Escola Superior de Abrantes Lança Pós-Graduação em Comunicação e Protecção Civil

Publicidade

A Escola Superior de Tecnologia de Abrantes -Instituto Politécnico de Tomar (IPT) vai iniciar no dia 27 de março uma pós-graduação designada «Proteção Civil: Gestão da Comunicação no Risco, nas Emergências e nas Crises». O curso terá a duração de 2 semestres e podem-se candidatar licenciados e não licenciados através do site do IPT ou do link http://portal2.ipt.pt/pt/Cursos/Pos-graduacoes/PG_-_PC/

Com o objetivo de proporcionar aos participantes técnicas de comunicação e análise de acontecimentos nas fases de prevenção e planeamento do Risco, em situações de Emergência e durante a permanência das Crises enquanto a normalidade não for reposta, este curso destina-se a todos os profissionais que tenham que gerir a comunicação de situações de Risco, da Emergência e de Crise, nomeadamente, jornalistas, operadores de imagem, bombeiros, forças de segurança, assessores de imprensa, relações públicas, presidentes de Câmaras Municipais, técnicos de proteção civil, comandantes operacionais, governantes.

Integram o corpo docente o comandante Joaquim Chambel, que será responsável pelo módulo «O sistema de Proteção Civil e o Sistema Integrado de Operações de Proteção e Socorro», a professora doutora Hália Costa Santos e professora doutora Raquel Botelho, no módulo «Comunicação e Informação», o Dr. Nuno Miguel Henriques, que ficará o módulo «Comunicação institucional e protocolos», a Drª Gisela Oliveira, responsável pelo módulo «Gestão da Comunicação no Planeamento e na Emergência e relacionamento com os Media», o Dr. António Sacavém, que irá gerir o módulo de «Comunicação Não-Verbal e Micro-expressões», o Tenente-Coronel Paulo Zagalo, que terá a seu cargo dois módulos, «Riscos e Ameaças Transnacionais» e «Gestão de crises em eventos de Massas», o Engº Pedro Lopes, que será responsável pelo módulo de «Planeamento e Gestão de Emergência», o Dr. Bruno Brito, que irá gerir o módulo «Psicologia: Gestão do stress em Emergência», a Dra. Joana Santos, que será a orientadora do «Media Training» e por fim a Engª Lurdes Fonseca e a Drª Gisela Oliveira que serão as responsáveis pelo último módulo «Estágio».

Com esta formação pretende-se que uma comunicação eficaz evite situações de pânico e descontrole emocional por parte das populações durante as operações de socorro, bem como na aplicação das estratégias desenvolvidas para resolução das crises.

A pós-graduação, coordenada pela Prof. Doutora Hália Costa Santos,  tem o apoio da Câmara Municipal de Abrantes e da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo.

Commentários

Commentários