Resgatam Cadela do Fundo de Poço

Publicidade

Há pelo menos três dias que uma cadela, com cerca de três meses, estaria no fundo de um poço, numa quinta abandonada, na rua do Outeiral, em Serzedo, Vila Nova de Gaia. No sábado de manhã, uma moradora apercebeu-se do ganir intenso do animal e alertou a GNR e os Bombeiros Voluntários da Aguda – que resgataram o canídeo, a dois metros de profundidade.

“Na quinta existem vários poços e muita vegetação. É uma zona erma e de caça não protegida. É normal os caçadores levarem os cães para lá. Esta cria deve ter-se perdido”, disse ao CM João Rocha, elemento dos Bombeiros da Aguda, que desceu ao poço e salvou o animal, com a ajuda de Leonel Rodrigues, Arnaldo Matos e Fátima Oliveira, da mesma corporação. A cadela foi encontrada bastante desidratada, por volta das 11h00. “Estava muito magrinha. Era só pele e osso. Estava assustada e nem ofereceu resistência ao resgate. Às vezes este género de animais pode resistir mal a um salvamento, mas correu tudo bem. Se a vizinha não desse o alerta, o animal morria no poço”, contou João Rocha.

O animal foi depois levado para o quartel dos bombeiros, onde foi alimentado. “Tínhamos aqui ração e demos-lhe, assim como água. Aquecemos ainda todo o corpo da cadela com uma manta”, contou o bombeiro. “Quando a cadela viu que estava fora do poço parece que ficou agradecida. É muito bom quando o nosso trabalho termina de forma feliz”, referiu Fátima Oliveira. A cadela foi depois levada para o canil de Gaia.

Fonte: CM

Commentários

Commentários