Espinho: INEM Fecha AEM e Abre PEM Nos Bombeiros

Publicidade
Publicidade

Durante a tarde de ontem , em Espinho, a população protestou contra o encerramento da Ambulância de Emergência Medica (AEM) do INEM que operava naquela cidade.

O INEM em resposta a este protesto afiançou que “a sua ambulância própria transitara para a corporação de bombeiros voluntários do concelho de Espinho, através do estabelecimento de um protocolo de colaboração para criação de um novo Posto de Emergência Médica (PEM)”.

O INEM garantiu ainda que este processo “que ocorrerá em simultâneo”, ou seja, não haverá fecho efectivo de qualquer minuto da ambulância em causa.

O instituto vai mais longe e frisa que “o concelho terá sempre disponível uma ambulância do INEM, a funcionar 24 horas por dia, mas a sua operação transitará do INEM para a corporação de bombeiros do concelho, entidade com capacidade instalada e com recursos humanos com a devida formação para responder à totalidade das ocorrências no âmbito da emergência pré-hospitalar e que assim verá reforçada a sua capacidade de intervenção”.

“A garantia de prestação de socorro passará por aumentar a capacidade de resposta dos bombeiros”, que são parceiros estratégicos do INEM desde os tempos da sua fundação.

O instituto destaca que a constituição de Postos de Emergência Médica do INEM em corporações de bombeiros é “um recurso muito valioso na prestação de cuidados de emergência médica à população”.

Commentários

Commentários