Jaime Marta Soares Fala em “Algo Descomunal” e “Nunca Visto”

Publicidade
Publicidade

O presidente da Liga dos Bombeiros iliba os operacionais no terreno que, diz, agiram sempre de forma correcta mas numa situação “absolutamente incontrolável”.

Jaime Marta Soares descreve o incêndio de Pedrógão Grande como “algo descomunal”, e “nunca visto nem imaginável devido à brutalidade da progressão das chamas, a rapidez com que se desenvolveram”.

O presidente da Liga dos Bombeiros descreve um cenário de ventos atípicos, a variar entre 60, 70 e 80 quilómetros por hora, numa zona geograficamente difícil.

Este é já o incêndio que fez mais mortos em Portugal nas últimas décadas. Muitas das vítimas, ao que se sabe todas civis, foram apanhadas desprevenidas pelas chamas dentro dos seus carros ou à beira da estrada. Jaime Marta Soares iliba, contudo, os bombeiros de qualquer falha.

“Perante um cenário destes, uma situação absolutamente incontrolável, de uma violência absolutamente anormal, as forças de combate rapidamente agiram dentro daquilo que são as práticas e os conhecimentos adquiridos, com competência, com profissionalismo”, diz.

Fonte: http://rr.sapo.pt/

Commentários

Commentários