O que é Trovoada Seca, Que Terá Provocado o Fogo de Pedrógão Grande?

Publicidade
As autoridades dizem estar certos de que o incêndio de Pedrógão Grande foi causado por trovoada seca. Saiba que fenómeno é esse, que pode repetir-se este domingo.
Publicidade

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê que se repita o fenómeno de trovoada seca que no sábado terá dado origem ao terrível incêndio em Pedrógão Grande, que matou já 58 pessoas e deixou mais de meia centena feridos, alguns com gravidade.

A meteorologista Maria João Frada explica à Renascença que este fenómeno ocorre quando se formam nuvens de desenvolvimento vertical. “Baixos níveis de humidade e temperaturas elevadas podem levar a descargas eléctricas das nuvens de desenvolvimento vertical, mas sem precipitação.”

“A precipitação que eventualmente possa cair evapora-se antes de chegar ao solo”, descreve, dando lugar à trovoada seca que é uma ameaça particularmente grave em termos de incêndios.

As autoridades estão convencidas que foi precisamente um episódio de trovoada seca que deu origem ao incêndio de Pedrógão Grande e a Polícia Judiciária já descartou a possibilidade de ter havido mão criminosa, tendo mesmo localizado a árvore que foi atingida pelo raio.

Segundo a especialista do IPMA, a previsão para este domingo continua a ser de risco, com temperaturas altas e a possibilidade de repetição de trovoada seca em alguns pontos do país.

“Para hoje [domingo] vamos continuar com situação de tempo quente, temperaturas máximas bastante elevadas, mínimas também elevadas, na generalidade superiores 20 graus. Há ainda condições hoje e amanhã para aguaceiros e trovoadas, sobretudo no interior e em especial na parte da tarde e não podemos excluir que haja novamente trovada seca”, diz.

Lisboa, Santarém, Setúbal e Bragança estão sob aviso vermelho até às 21h00 deste domingo, uma situação de “risco extremo” para estes distritos, devido à previsão de tempo quente, informa o Instituto Português do Mar e da Atmosfera. O resto do país está sob aviso laranja, excepto o distrito de Faro, onde o risco é ligeiramente menor.

O número de pessoas que morreram no incêndio florestal que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, aumentou para 58, segundo o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes. Há a registar 54 feridos, dos quais oito são bombeiros.

As últimas informações dão conta de 150 famílias desalojadas.

Fonte: http://rr.sapo.pt/noticia/86524/pedrogao_grande_o_que_e_trovoada_seca

Commentários

Commentários