Piloto de Meio Aéreo Afirma “Ontem a Mãe Natureza Decidiu que Quem Manda é Ela”

Publicidade
Publicidade

João Silva dos Santos é piloto de um dos KAMOV ao serviço da Protecção Civil Nacional que ontem esteve empenhado no combate ao incêndio em Castanheira de Pêra.

O piloto começa por referir em nota pessoal no seu Facebook que para evitar “que as politiquices comecem vou relatar o que vi ontem. Os fogos de ontem não têm nada de semelhante com aquilo a que estamos habituados. Ontem a mãe natureza decidiu que quem manda é ela.”




No decorrer da sua missão o piloto assume ter assistido a “trovoadas secas com relâmpagos brutais a cair na floresta, ventos fortíssimos e sempre a mudar de direcção e um tipo de nebulosidade que nunca tinha visto”.

Hoje de manhã os meios aéreos estão a registar dificuldades na entrada ao combate neste teatro de operações tendo já hoje de manhã a protecção civil assumido que as condições de fumo no ar estão a impedir o trabalho destes meios.

No entanto o Comandante João Santos assume que já ontem “o combate aéreo nestas condições é extremamente difícil e perigoso. Completei em Maio 15 anos neste serviço e quando julgava que já tinha visto tudo afinal estava enganado.”

Termina a sua nota descansando todos dizendo que “a resposta dos meios de protecção civil foram os adequados e necessários mas contra a mãe natureza é difícil ganhar. Os meus sinceros sentimentos aos familiares das pessoas que faleceram”.

Commentários

Commentários