I Encontro Distrital de Escolas de Infantes e Cadetes – Coimbra

Publicidade
Publicidade

Inserido nas comemorações do 10º aniversário da Academia de Bombeiros V. de Brasfemes, realizou-se durante o dia de ontem o 1º Encontro Distrital de Escola de Infantes e Cadetes do Distrito de Coimbra.

O evento contou com a participação de 343 infantes e cadetes dos bombeiros de Serpins, Montemor-o-Velho, Mira, Condeixa, Figueira da Foz, Oliveira do Hospital, Góis, Pampilhosa da Serra, Penacova, Vila Nova de Poiares, Lagares da Beira e a anfitriã Brasfemes, onde os jovens mostraram à população que assistia os conhecimentos que têm vindo a adquirir ao longo dos anos.

Nas palavras do Comandante Acácio Monteiro, não tem problemas de voluntariado no seu corpo de bombeiros. Tem grande adesão de crianças de todo o concelho de Coimbra, muitas delas sem qualquer familiar bombeiro e, refere ainda que o aproveitamento escolar das mesmas é importante. Nesta fase não se preocupa se as crianças quanto atingem os 18 anos seguem a carreira de bombeiro ou não. O importante é formá-las enquanto cidadãos com carácter para poderem socorrer e informar.

Beatriz, de 14 anos, da Figueira da Foz entrou à apenas um ano, mas já tem intenções de ser bombeira mais tarde. Vê nos bombeiros uma mais valia pois ajuda a ter um bom comportamento e a salvar vidas no futuro.

Raquel, de 16 anos é de Lagares da Beira. Os bombeiros sempre foi algo que gostou, em grande parte porque os pais também são bombeiros. Pensa continuar a carreira de bombeiro porque gosta de ajudar as outras pessoas.

Yara tem 10 anos e é de Oliveira do Hospital. Entrou este ano na escola dos bombeiros. Quer ser bombeira para ajudar a salvar pessoas.

Afonso, de 12 anos é de Góis. Está na escola à 1 ano. Tem familiares bombeiros, o que fez com que mais facilmente enveredasse por este caminho. Gosta de estar com os amigos nos bombeiros e de ajudar as pessoas.

Veja algumas fotos do evento aqui.

Commentários

Commentários