LBP Ultima Negociações da Proposta do Acordo Colectivo de Trabalho

Publicidade

A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) está ultimar as negociações para o Acordo Colectivo de Trabalho (ACT) para os bombeiros ao serviço das associações humanitárias.

Essas negociações têm decorrido nos termos da legislação com a Direção Geral do Emprego e Relações de Trabalho (DGERT) e os Sindicatos do sector.

Recorde-se que a LBP foi mandatada por mais de 100 Associações Humanitárias para proceder a essas negociações.

A proposta de ACT deverá ainda ser objecto de análise conjunta da LBP com as Federações e as Associações.

A LBP não esconde a importância da questão e defende mais e melhores condições para os bombeiros tendo em conta, também, a própria sustentabilidade das Associações.

O ACT que vier a ser definido não vincula nenhuma das Associações, ou seja, não obriga à sua aceitação, mas servirá como proposta reguladora das condições de trabalho dos bombeiros que nelas prestam serviço.

Por isso, o conselho executivo da LBP não poderá estar mais de acordo com Nuno Almeida, o autor do artigo de opinião inserido no “Bombeirosparasempre” sob o título “Os Assalariados, a Classe Que Não Existe”, acompanhando nas preocupações demonstradas sobre a necessidade imperativa de regular as carreiras dos bombeiros ao serviço das Associações, garantindo-lhes perspectivas de futuro profissional e técnico.

 

Commentários

Commentários