Opinião: Como Tornar a Sua Casa Mais Resistente aos Incêndios Florestais?

Publicidade

Como tornar a sua casa mais resistente aos Incêndios Florestais?

Ao longo dos últimos anos o fenómeno de Incêndios Florestais tende agravar-se devido, por um lado, à desorganização da floresta, mas por outro, ao aumento da temperatura e aos fenómenos de seca que o nosso país tem atravessado.

A defesa das casas de primeira e/ou segunda habitação, do meu ponto de vista, não passa apenas pela limpeza dos matos em torno delas, mas sim por, paralelamente, tornar as habitações mais resistentes aos incêndios florestais. Por esse motivo, medidas simples podem ser adotadas para tornarmos as casas mais resistentes.

Aqui ficam algumas medidas:

Telhado
O telhado de uma habitação torna-se por si só a parte mais vulnerável de uma casa. As casas com estruturas de madeira para sustentar o telhado têm um risco muito elevado de destruição durante um incêndio florestal. Deste modo, verifique se existem espaços no telhado que permitam a entrada de material incandescente para a estrutura de madeira.

Aberturas para ventilação
As aberturas para ventilação podem deixar entrar material incandescente mais pequeno (brasas). Aplique malha metálica nas aberturas de ventilação com um espaçamento inferior a 3 milímetros. Não use material de fibra de vidro ou plástico pois estes materiais podem derreter.

Janelas
A temperatura gerada por um incêndio pode partir as janelas da habitação mesmo antes da casa se incendiar. Se isso acontecer, o material incandescente irá entrar para dentro da habitação começando assim o incêndio no interior. Se possível, aplique janelas duplas com vidro temperado para aumentar a probabilidade dos vidros não se partirem.

Caleiros
Depois do Inverno limpe os caleiros da sua habitação de forma a mantê-los limpos e sem detritos que se possam inflamar durante um incêndio florestal no verão.

Chaminé
Limpe a chaminé antes do Verão de forma a retirar todos os detritos acumulados durante os meses mais frios. Se possível, coloque uma malha metálica, com um espaçamento inferior a 3 milímetros, durante o verão para não permitir a entrada de material incandescente.

Garagem
Tenha um extintor de incêndio perto das viaturas para uma primeira intervenção. Crie um local com ferramentas, como por exemplo: uma pá, um ancinho, vários baldes (preferencialmente metálicos), uma sachola, etc, disponíveis caso haja uma emergência de fogo.

Pequenos focos podem ser apagados apenas com terra.

Armazene todos os líquidos e combustíveis inflamáveis longe das fontes de ignição.

Abastecimento de água
Tenha várias mangueiras de forma suficientemente longas para alcançar todas as áreas da sua casa, bem como, outras estruturas em sua propriedade. Se tiver uma piscina ou um tanque, mantenha-os durante o verão sempre cheios pois poderá ser útil para os bombeiros.

Considere, se possível, ter um pequeno gerador caso tenha algum poço ou furo pois, desta forma, mesmo que a luz falhe (muito possível durante os incêndios) terá sempre água nas mangueiras para poder apagar algum pequeno foco de incêndio que surja perto da sua habitação.

Mala de primeiros socorros e locais de fuga
Preparem uma mala de primeiros socorros, mas também coloquem, alguma alimentação, bebida, roupa um telemóvel sempre com bateria, lanternas, radio a pilhas, etc. Coloquem a mala em local seguro e do conhecimento de todos os elementos do agregado familiar.

Realizem um plano de fuga e/ou um ponto de concentração seguro (poderá por exemplo ser o quintal ou uma zona descampada) longe da floresta.

Organizem forças com os vizinhos e planeiem em caso de emergência.

Estas pequenas medidas, juntamente com as medidas para limpeza dos matos em torno das habitações tornaram as vossas casas mais resistentes aos incêndios.

PORTUGAL sem FOGOS está nas mãos de TODOS.

Tornar a tua CASA mais RESISTENTE aos INCÊNDIOS FLORESTAIS está nas tuas MÃOS.

 

Carlos Ribeiro

Commentários

Commentários