Borba e Estremoz com Equipa de Bombeiros Profissional “Confirmada” Até ao Final do Ano, diz Presidente da Federação de Évora

Publicidade

Três municípios alentejanos vão ter constituídas Equipas de Intervenção Permanente (EIP) até ao final do ano, ficando apenas os municípios de Montemor-o-Novo, Évora e Arraiolos sem estas equipas de bombeiros profissionais no distrito eborense.

Confirmadas estão já as equipas para os municípios de Estremoz e Borba, enquanto Mora aguarda a decisão da autarquia, adiantou à RC o presidente da Federação de Bombeiros do Distrito de Évora, Inácio Esperança.

No total o Governo vai constituir mais 120 Esquipas de Intervenção Permanente, e Estremoz é um dos 79 municípios em que a corporação de Bombeiros vai ter a sua EIP constituída com maior brevidade (até 1 de Junho) devido ao “risco de incêndio”, acrescentou.

As restantes 42 equipas serão constituídas até dezembro deste ano, das quais o distrito de Évora terá “mais duas em Borba e Mora”, em que na autarquia borbense a “Associação e o município já deram o seu aval”, já no outro município alentejano resta a confirmação do município, indicou Inácio Esperança.

Questionado sobre o financiamento, o presidente da Federação indica que “é igual para todos, 50% paga o município e 50% paga a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC)”, enquanto a corporação “cede o pessoal, instalações, meios e faz o trabalho administrativo”, reforçando ainda a importância destas equipas porque estão ativas nas “horas em que os bombeiros (voluntários) estão a trabalhar”.

Fonte: radiocampanario

Commentários

Commentários