Pedrogão Grande: Arguidos Sobem Para Sete

Publicidade

O número de pessoas constituídas arguidas por causa do incêndio de Pedrógão Grande subiu para sete.

Duas dessas pessoas pertencem à Ascendi, concessionaria da estrada onde se deu a tragédia e por isso com amplas responsabilidades na gestão e limpeza do mato em redor da via.

A própria Ascendi também também foi constituída arguida.

Segundo nota informativa publicada pela Procuradoria-Geral Distrital de Coimbra, quatro destas pessoas, que foram constituídas arguidas no final do mês passado, estão ligadas à área de gestão de combustíveis e um quinto suspeito às operações de comando de combate ao incêndio.

A nota informa ainda que os crimes que podem estar em causa são homicídio por negligência e ofensas corporais também por negligência.

Commentários

Commentários