Voluntários de Bragança: “Os Bombeiros Estão em Vias de Financiar o SNS”

Créditos: Diário de Trás-os-Montes
Publicidade

O aumento do preço dos combustíveis nas últimas 10 semanas, nomeadamente do gasóleo, está a criar dificuldades acrescidas às corporações de bombeiros do distrito de Bragança, das que mais quilómetros são obrigadas a percorrer no país devido ao transporte de doentes para unidades hospitalares fora da região.

O alerta para este problema foi dado pelo presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros de Bragança, Rui Correia, que diz que os bombeiros “estão em vias de financiar o Serviço Nacional de Saúde”.  O preço pago ao quilómetro pelo transporte de doentes mantém-se igual, desde 2012, mas o gasóelo não pára de subir. “O preço do quilómetro, no transporte de doentes, mantém-se, sendo pago a 51 cêntimos. Se este valor não aumentar vamos enfrentar sérias dificuldades. Começa a ser um problema grave”, afirmou Rui Correia, à margem das comemorações do 128º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros de Bragança (AHBB), na passada quarta-feira, 30 de maio.

Este alerta foi também reiterado pelo Secretário da Liga dos Bombeiros Portugueses, Comandante José Requeijo, que participou nas cerimónias. “É um problema transversal de norte a sul do país”, e acrescentando que está a ser feito um trabalho conjunto entre a LBP e as corporações para que seja feita a actualização do preço por quilometro, que não é actualizado há mais de 10 anos, “os carros e os combustíveis eram mais baratos e as despesas com a manutenção e recursos humanos também eram muito menores”.

Um dos pontos altos das comemorações, foi a bênção e inauguração de um veiculo de combate a incêndios florestais, adquirido através da comparticipação dos fundos comunitários do Programa Portugal 2020. O veiculo, marca UNIMOG U5023, apadrinhado pelo Comandante do Corpo de Bombeiros de Bragança, Tenente Coronel José Fernandes, está dotado de equipamento especifico para operações de extinção a vários tipos de incêndios, onde se destaca o monitor frontal de alto débito, telecomandando do interior da cabine, para combate e proteção.

Commentários

Commentários