Brasil: Português Leva Conhecimentos Até Ao Outro Lado do Oceano

Publicidade

Na primeira semana deste mês de Junho teve lugar em Petrópolis (Brasil) o II Simpósio de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais, realizado pelo 15º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), em Petrópolis.

O evento teve por tema central as acções e estratégias para consciencializar e reduzir o risco de desastres na Região Serrana.

Cerca de duas dezenas de palestras, exposições, mostras tecnológicas e acções de formação no terreno fizeram parte do programa deste encontro que reuniu mais de 350 participantes, entre gestores públicos (Ministérios Público e Estadual), militares, agentes civis e estudantes do sector.

Nuno Osório, Comandante do Corpo de Bombeiros Municipais da Figueira da Foz, foi o único português que integrou o painel. Foi oficialmente convidado, nessa qualidade, pelo Comandante do 15º GBM, Ramon Camilo. A sua deslocação ao Brasil foi totalmente custeada pela organização.

Realizou, de 11 a 15 de junho, uma acção formativa a entidades com responsabilidades no meio ambiente e gestores de reservas naturais federais e do ICN Bio (o equivalente ao ICN português). No Vale do Rio Claro, no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, (Mato Grosso) Nuno Osório – especialista em queima prescrita/controlada – falou da importância das técnicas de redução de material combustível como forma de prevenção dos incêndios florestais deixando aos participantes exemplos práticas da aplicação deste método em Portugal, com resultados positivos.

Neste caso em concreto, Nuno Osório deu exemplos práticos da mais valia de incêndios controlados tendo como cenário o interface entre as veredas e o serrado. Entre outros aspectos, relevou a importância de se criar zonas tampão com recurso à técnica da queima prescrita. Entre os outros participantes nesta acção (in)formativa, esteve presente o Comitê Estadual de Gestão do Fogo.
André Baby, secretário de Estado de Meio Ambiente, reconheceu a importância da troca de experiências.
Nuno Osório participou, nesta ida ao Brasil, em diversas outras acções e seminários que congregou elementos da Guarda Civil, Defesa Civil e secretarias do Ambiente e Desenvolvimento Agrário.

Oportunidade, por exemplo, de 1 a 3 de junho para realizar apresentações que versaram os temas «Uso do fogo técnico: fogo controlado e de supressão, exemplos práticos» e «Os grandes incêndios em Portugal 2017».

Em Uberlândia, o comandante da corporação figueirense integrou um workshop de fogo controlado aos Bombeiros Militares do Estado de Minas Gerais.

In Figueira na Hora

Commentários

Commentários