Transporte de Doentes Não Urgentes: Nova Plataforma

Foto meramente ilustrativa
Publicidade

As unidades do Serviço Nacional de Saúde vão passar a ter , todas, uma plataforma única para gerir o transporte de doentes não urgentes.

A tutela emanou um Despacho, em que manifesta a clara intenção que tal se realize até ao fim do primeiro trimestre do ano de 2019, para isso, o procedimento será feito gradualmente.

O objectivo será uma melhor articulação e a harmonização das regras existentes a nível nacional. Economizar é também a palavra de ordem, visto que uma melhor gestão de meios permite evitar desperdícios.

Commentários

Commentários