Mais Comandantes Para a Nova Autoridade

Foto MIGUEL A. LOPES/LUSA

O Governo prevê a criação de 5 comandos regionais e 23 sub-regionais de emergência e proteção civil, ao invés dos atuais comandos distritais de operações e socorro (CDOS).

Publicidade

Esta alteração acontecera no âmbito da nova lei orgânica da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

A nova lei encontra-se sob a forma de consulta na Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) e na Associação Nacional de Municípios Portugueses. A LBP já se mostrou contra e vai, no próximo dia 10, em Bragança discutir esta temática no conselho nacional.

Esta criação dos comandos regionais de emergência e proteção civil contemplará um a Norte, um no Centro, um em Lisboa e Vale do Tejo, um no Alentejo e ainda um no Algarve. Os comandos sub-regionais serão criados tendo por base os limites das comunidades intermunicipais.

Cada comando e sub-comando terá comandantes próprios.

Começam até a surgir algumas vozes, que atribuem a este modelo, a execução de uma cópia fiel do que existiu no tempo do extinto Serviço Nacional de Bombeiros.

Commentários

Commentários