79º Aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alvaiázere

Publicidade

Os Bombeiros Voluntários de Alvaiázere comemoraram no passado dia 10 o 79º Aniversário.

A cerimónia presidida pelo A Secretário de Estado da Proteção Civil José Artur Neves teve com ponto alto a atribuição do Crachá de ouro ao Chefe Henrique Carvalho e ao Cônsul Honorário de Portugal na Flórida Dr. Caesar dePaço, bem como a inauguração das obras de ampliação e remodelação do quartel


Foram condecorados Bombeiros com medalhas de assiduidade e batizada uma viatura ligeira de combate a incêndios.

“Celebramos hoje mais um aniversário da nossa Associação e inserimos no programa mais um marco histórico importante na sua vida: a inauguração e bênção das instalações remodeladas e ampliadas”, enfatizou o presidente da direcção da Associação Humanitária, visivelmente satisfeito por dar por concluída a ambição de ampliar o quartel, que se arrastava há anos.

“Após longos meses de sacrifícios diários, aí temos o produto final, a prenda que, em nome da direcção ofereço aos nossos bombeiros”, continuou Joaquim Simões, certo de que “a sua fidelidade, a sua abnegação, o seu altruísmo e dedicação são credores de todos os esforços que fizemos e que venhamos a fazer”. Afinal “foi por eles e para eles que assumimos, talvez num dos piores momentos da Associação, este desafio” que representa “um avultado investimento, tendo em conta a realidade da tesouraria da nossa Associação”.

Mesmo assim, o dirigente garante que não “hipotecaram o futuro dos bombeiros”, como muitos disseram quando a direcção decidiu avançar com a ampliação e remodelação do quartel, que representou um investimento superior a 656.000 euros, financiado pelo programa POSEUR. Afinal, “mesmo a mais insignificante despesa é objecto de reflectida ponderação, tendo sempre em conta os superiores interesses da Associação e a melhoria das condições da operacionalidade dos bombeiros da nossa terra”, assegurou Joaquim Simões, congratulando o comandante Mário Bruno por este “marco histórico”, pois foi ele o “grande impulsionador e defensor de mais e melhores condições para os seus homens e mulheres”.

Além do comandante, também Sandra Simões, Rui Silva e Artur Caetano da Silva contribuíram para que esta ambição se tornasse realidade, motivo pelo qual foram proclamados sócios honorários da Associação Humanitária. “Sem estes três vértices do triângulo não poderia haver esta candidatura que foi aprovada pelo POSEUR, que permite que estejamos aqui hoje a inaugurar as obras de remodelação e ampliação do quartel”, realçou o comandante Mário Bruno, agradecendo ainda “o apoio e firme colaboração” dos restantes membros de comando, pois “tudo o que fazemos nesta casa em prol dos bombeiros é feito em equipa, nenhuma das decisões ou atitudes são tomadas isoladamente”.

Commentários

Commentários