Novo Regulamento das Ambulâncias PEM dos Corpos de Bombeiros

Foto propriedade da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Azambuja
Publicidade

(…)

ANEXO 1

Regulamento de características de identificação das ambulâncias PEM dos corpos de bombeiros

1 – As ambulâncias de emergência médica em Posto de Emergência Médica (PEM), protocoladas entre o INEM e corpos de bombeiros, dispõem das seguintes características de identificação:

a) Cor base:

a) A cor base do veículo é RAL 1016;

b) O veículo apresenta na retaguarda e nos painéis laterais a cor vermelha, pintada sobre a cor base, com as seguintes restrições:

i) Na retaguarda, preenche o plano inferior ao prolongamento da linha do limite superior das janelas;

ii) No painel lateral, preenche o canto inferior posterior num ângulo de 45º a partir do prolongamento da linha do limite superior das janelas da retaguarda ao pilar C e contornando o perfil para colocação de janela, até à cava de roda.

b) Faixas refletoras:

a) Faixa refletora que circunda o perímetro máximo da viatura ao nível dos faróis, de cor azul, com:

i) 15 cm de altura nas laterais e retaguarda;

ii) 5 cm de altura na região frontal, no limite inferior do capot, ao nível dos faróis;

iii) A faixa apenas pode ser interrompida por componentes do veículo.

b) Duas faixas nos painéis laterais, sempre no mesmo plano horizontal, de cor azul, com 10 cm de altura:

i) Uma colocada no sobrelevado do tejadilho, ou área correspondente;

ii) Outra colocada na metade inferior do veículo preferencialmente em todo limite inferior da carroçaria, exceto se as caraterísticas do veículo não o permitirem (frisos ou proteção antigravilha);

iii) As faixas apenas podem ser interrompidas por componentes do veículo;

c) Faixas refletoras oblíquas de 45º, de cor cinzenta com 7 cm de largura e espaçamento de 7 cm;

i) Na retaguarda as faixas são colocadas com inclinação à direita na metade esquerda da ambulância, e inclinação à esquerda na metade direita;

ii) Nas portas da retaguarda ocupam o plano que se inicia acima da palavra “AMBULÂNCIA” e o plano abaixo da linha de limite superior da matrícula, exceto se estas áreas forem necessárias para colocação de elementos identificativos referidos neste regulamento, passando neste caso para o plano abaixo da linha de limite inferior da matrícula.

iii) Nos pilares traseiros acima dos faróis, exceto quando sobreponíveis a elementos do veículo (dobradiça, faróis ou peças de acabamento (plásticos));

iv) Nos painéis laterais sobre a metade superior das três faixas azuis, três faixas oblíquas de altura 13,5 cm sobre a faixa azul superior, nove faixas oblíquas de altura 17,5 cm sobre a faixa azul intermédia e a quantidade máxima de faixas oblíquas necessárias, com 13,5 cm de altura, para preenchimento da totalidade da faixa azul inferior, exceto em situações que as caraterísticas dos elementos da viatura não o permitam (frisos ou proteção antigravilha)

c) Inscrições:

a) Inscrição da palavra “AMBULÂNCIA”, de cor azul, em letra de 10 cm a 14 cm de altura, no capô, legível por reflexão;

b) Inscrição da palavra “AMBULÂNCIA”, de cor azul, em letra de 14 cm de altura, acima do limite superior das janelas da retaguarda do veículo;

c) Inscrição da sigla “INEM”, de cor azul, em letra de 20 cm de altura, na metade esquerda do painel frontal do tejadilho;

d) Inscrição da sigla “INEM”, de cor azul, em letra de 40 cm de altura, na metade posterior dos painéis e entre as faixas azuis intermédia e superior;

e) Inscrição da sigla “INEM”, de cor branca em material refletor, em letra de 17,5 cm de altura, na janela da porta direita da retaguarda;

f) Inscrição da palavra “BOMBEIROS” e respetiva tipologia em maiúsculas, de cor vermelha, em letra de 6 cm de altura, no painel frontal do tejadilho, junto ao limite inferior;

g) Inscrição da localidade da entidade utilizadora em maiúsculas, de cor branca, em letra de 6 cm de altura, no para-brisas da cabina de condução, junto ao limite superior;

h) Inscrição da palavra “BOMBEIROS”, de cor vermelha, em letra de 14 cm de altura, na metade anterior dos painéis laterais, entre a faixa azul intermédia e o friso;

i) Inscrição da localidade da entidade utilizadora em maiúsculas, de cor vermelha, em letra de 6 cm de altura, por linha, até um máximo de duas linhas espaçadas 1 cm entre si, entre a faixa intermédia e o friso, nas portas da cabina de condução;

j) Inscrição da palavra “BOMBEIROS”, de cor branca, em letra de 8 cm, nas portas da retaguarda;

k) Palavra(s) correspondente(s) à localidade da entidade, de cor branca, em letra de 5 cm de altura, nas portas da retaguarda;

l) Inscrição das palavras “MINISTÉRIO DA SAÚDE”, de cor branca, em letra de 6 cm de altura, sobre a faixa do sobrelevado do tejadilho;

m) Inscrição das palavras “INSTITUTO NACIONAL DE EMERGÊNCIA MÉDICA”, de cor azul, em letra de 6 cm de altura, no painel lateral, 2 cm abaixo da faixa do sobrelevado do tejadilho;

n) Inscrição da Sigla 112, de cor azul, com 14 cm de altura, na metade posterior dos painéis laterais, entre a faixa azul intermédia e o friso, junto à ilharga e sobre a cor base RAL1016;

o) Inscrição da Sigla 112, de cor branca, com 14 cm de altura, na porta direita da retaguarda, exceto quando o espaço é utilizado para colocação de outros elementos identificativos da entidade utilizadora;

p) Inscrição na nomenclatura operacional, de cor branca, com 5 cm de altura por linha, e espaçamento entre linhas de 1 cm, entre a faixa azul intermédia e o friso, junto à ilharga e sobre a cor vermelha;

q) Inscrição na nomenclatura operacional, de cor branca, com 5 cm de altura por linha, e espaçamento entre linhas de 1 cm, entre a faixa azul intermédia e as faixas cinzentas inferiores, na porta direita da retaguarda;

r) Inscrição na nomenclatura operacional, de cor vermelha, com 10 cm de altura por linha, e espaçamento de 1 cm a 2 cm, no tejadilho;

d) Logótipos:

a) Opcionalmente pode ser colocado o Brasão, ou logótipo, do corpo de bombeiros, com 30 cm de altura e largura à proporção, nas portas da cabine de condução, sobre a faixa azul intermédia;

b) Símbolo “Estrela da Vida”, cor azul, com 25 cm de altura e 25 cm de largura, na metade direita do painel frontal do tejadilho;

c) Símbolo “Estrela da Vida”, cor azul, com 50 cm de altura e 50 cm de largura, na metade anterior dos painéis laterais, e entre as faixas azuis intermédias e superior. Quando a localização definida coincidir com uma janela, deve ser em cor branca de material refletor e colocada no vidro de maior superfície;

d) Símbolo “Estrela da Vida”, com 50 cm de altura e 50 cm de largura, na janela esquerda da retaguarda em cor branca e material refletor;

e) Símbolo “Estrela da Vida”, cor azul, com 50 cm de altura e 50 cm de largura, no tejadilho;

e) Todas as inscrições são realizadas em letra do tipo ARIAL BLACK;

2 – Para efeitos de verificação das medidas identificadas no presente regulamento, admite-se uma variação de medida de +/- 1 cm e 5º nos ângulos.

3 – Compete ao Conselho Diretivo do INEM dispor sobre qualquer situação omissa neste regulamento;

4 – As ambulâncias de emergência médica, em postos PEM, matriculadas antes de 2017, mantêm a caracterização base das ambulâncias do INEM em vigor à data da sua matrícula.

5 – Excecionalmente, nas ambulâncias matriculadas até 03/2018 as faixas oblíquas de cor cinzenta podem ser de 10cm de largura com espaçamento de 10cm, reduzindo-se neste caso para seis faixas sobre a faixas intermédia do painel lateral, e sendo ignorada a avaliação da altura.

6 – Excecionalmente, ignora-se a avaliação de altura da primeira faixa oblíqua sobre a faixa horizontal intermédia, sempre que estiver conectada com a faixa oblíqua do pilar.

7 – A caracterização dos veículos deve ser realizada seguindo as orientações do Gabinete de Marketing e Comunicação do INEM.

8 – A medição da largura das faixas oblíquas é realizada com o ângulo respetivo, sendo a altura avaliada na vertical.

9 – Cores:

a) Cor branca, RGB 255-255-255, CMYK 0-0-0-0;

b) Cor Ral 1016, RGB 241-221-56, CMYK 5-0-90-0;

c) Cor vermelha, RAL 3000, RGB 167-41-32, CMYK 10-100-100-20;

d) Cor azul, Pantone 2778c, RGB 0-97-175, CMYK 100-45-0-31.

10 – Em veículos matriculados após 1 de janeiro de 2020, o material refletor utilizado é no mínimo de nível 2, com uma visibilidade de reflexão assegurada para uma distância mínima de 250 metros, sendo recomendado o nível 3.

(…)

Leia o documento completo aqui.

Commentários

Commentários