DeVante Parker, wide receiver dos Patriots Dolphins, é negociado

De acordo com uma fonte da liga, os Patriots negociaram com Dwight Parker, de Miami, no sábado.

A Nova Inglaterra também receberá o 2023 Fifth Round Draft Examination como parte do acordo. A equipe agora tem oito opções no draft deste ano, que deve ocorrer no final deste mês.

Os Patriots ainda precisam do receptor, mas o vácuo não está mais pressionando. Parker se junta a Jacoby Meyers, Kendrick Bourne, Nelson Agolar, N’Keal Harry, Tray Nixon e Christian Wilkerson. As chances dos Patriots usarem sua escolha de primeira rodada (21ª no geral) no receiver parecem pequenas, especialmente os buracos no linebacker, guard e cornerback.

Parker, que completou 29 anos em janeiro, tem duas temporadas restantes em seu contrato, com salário base de US$ 5,65 milhões neste ano e US$ 5,7 milhões em 2023.

Não há espaço suficiente no teto salarial para os Patriots realizarem essa transação, então a equipe terá que fazer movimentos adicionais para acomodar Parker.

Com 6 pés 3 polegadas e 219 libras, Parker é um grande alvo com um talento semelhante ao que os Patriots esperavam de Harry. Seu tamanho, aptidão e grande raio de alcance permitem que ele faça pegadas competitivas, enquanto sua velocidade o torna uma opção para esticar o campo.

Questionado sobre Parker antes da abertura da temporada 2020 contra o Miami, o técnico dos Patriots, Phil Belich, compartilhou vários elogios.

“Ele é um talento muito bom”, disse Belichick. “Ele é um grande atleta, está correndo bem. Tem boas mãos, boa saída de bola e boa velocidade para o seu tamanho. Apresenta muitos problemas com bolas profundas. Em questões é um grande alvo.

READ  O fogo foi apagado na maior usina nuclear da Europa na Ucrânia

“Ele é forte e pode superar obstáculos como apanhador ou corredor para poder atacar todos os três níveis de defesa e produzir em todos os três lugares”.

Belich devia conhecer bem Parker e os Patriotas, e passara a vida inteira com um grupo de golfinhos inimigos. Nas últimas sete temporadas, Parker competiu 12 vezes contra o New England, registrando três jogos com mais de 100 jardas.

Em 2015, os Parker Dolphins foram eliminados de Louisville no 14º teste geral. Sua temporada mais produtiva foi em 2019, quando ele recebeu 72 passes para 1.202 jardas e nove touchdowns. Cinquenta e oito recepções (80,5%) causaram a primeira queda.

Na temporada passada, Parker apareceu em 10 jogos, registrando 40 recepções para 515 jardas e dois touchdowns. Ele passou parte da temporada na presença lesionado com uma lesão na coxa. Seu fêmur é um problema recorrente e ele perdeu jogos em 2016 e 2020.

Os Patriots Daven Godzillas e Wright Tackle Trent Brown, que jogaram com Parker por quatro temporadas em Miami, expressaram seu entusiasmo pela troca nas redes sociais.

“Vamos pegar”, escreveu Brown.

“Vamos agitar o grande homem”, respondeu Parker.

O redator da equipe do Globe, Jim McBride, contribuiu para este relatório.


Nicole Yang pode ser acessada em nicole.yang@globe.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.