Quebra-cabeça do buraco de Ajanibbe

Esta imagem obtida pelo rover Mars Express da Agência Espacial Europeia mostra a Cratera Aganippe Fossa, um magnífico desfiladeiro localizado no sopé do gigante vulcão Arsia Mons, em Marte. Crédito da imagem: ESA/DLR Center/Free University of Berlin

Uma característica fascinante é o centro das atenções nesta nova imagem da Agência Espacial Europeia Marte Expresso:Uma cicatriz escura e irregular corta o chão de mármore ao pé de um vulcão gigante.

Esta cicatriz, conhecida como Cratera Aghanbi, é uma formação irregular com cerca de 600 quilómetros de comprimento e conhecida como ‘Dois corvos‘: Um sulco em forma de trincheira com paredes íngremes em ambos os lados.

O buraco de Ajanibbe corta a parte inferior de um MarteO rover Mars Express monitora regularmente Arsia Mons e seus companheiros próximos na região de Tharsis, onde existem vários vulcões gigantes em Marte. Isto inclui o Olympus Mons, o vulcão mais alto do sistema solar (mostrado no mapa de contexto vinculado a esta nova imagem, bem como o Arsia Mons).

O próprio Monte Arsia tem 435 quilômetros de diâmetro e se eleva mais de 9 quilômetros acima das planícies circundantes. Para ilustrar, o vulcão adormecido mais alto da Terra, Ojos del Salado, na fronteira entre a Argentina e o Chile, tem menos de 7 quilómetros de altura.

Uma visão mais ampla da cratera Aghanbe

Esta imagem mostra a Cratera Ajanipi, um desfiladeiro sinuoso localizado no sopé do vulcão gigante Arsia Mons, em Marte, num contexto mais amplo. A área marcada pelo quadrado branco maior indica a área fotografada pela Câmara Estéreo de Alta Resolução a bordo da sonda europeia Mars Express em 13 de dezembro de 2023, durante a órbita 25189, enquanto o quadrado branco menor mostra parte da superfície visível nestas novas imagens. Direitos autorais: Equipe Científica da NASA/Observatório de Marte/Observatório de Los Angeles

Infiltração de lava

Ainda não temos certeza de como e quando a cratera Aganibi se formou, mas parece provável que ela se formou quando o magma que subiu sob a massa maciça dos vulcões Tharsis fez com que a crosta marciana se expandisse e se quebrasse.

READ  Nosso sistema solar poderá em breve ter um nono planeta, e não é Plutão

Nesta imagem, a Câmera Estéreo de Alta Resolução (HRSC) a bordo da Mars Express captura dois tipos diferentes de terreno: o chamado terreno montanhoso, que consiste em muitas colinas e vales de formato irregular, todos agrupados, e terreno lobado, que consiste em terrenos levemente inclinados. encostas e detritos rochosos.

Topografia da Cratera Aganibi

Esta imagem topográfica codificada por cores mostra a Cratera Ajanipi, um desfiladeiro sinuoso localizado no sopé do gigante vulcão Arsia Mons, em Marte. Foi criado a partir de dados recolhidos pela sonda Mars Express da ESA em 13 de dezembro de 2023 e baseia-se num modelo digital do terreno da área, a partir do qual pode ser extraída a topografia da paisagem. As partes de baixa elevação da superfície aparecem em azul e roxo, enquanto as áreas de maior elevação aparecem em branco e vermelho, conforme mostrado na escala no canto superior direito. Direitos autorais: Agência Espacial Europeia/Centro Aeroespacial Alemão/Universidade Livre de Berlim

Este terreno é uma característica distintiva do “halo” do Monte Arsia, um disco em forma de 100.000 quilómetros quadrados em torno da base do vulcão que provavelmente estava associado a antigos glaciares. Curiosamente, este halo só se formou no lado noroeste do vulcão, provavelmente devido aos ventos predominantes na direção oposta que controlam onde o gelo se deposita ao longo do tempo.

Vento, poeira e areia também contribuíram para a formação desta mancha de Marte, criando interessantes padrões semelhantes a zebras à direita da imagem, onde o material escuro é depositado em solo mais claro (ou vice-versa!). A superfície aqui também mostra evidências de fluxos de lava, que datam de quando o vulcão estava ativo.

Cratera Aganibe em 3D

Esta imagem estéreo mostra a Cratera Ajanipi, um desfiladeiro sinuoso localizado no sopé do gigante vulcão Arsia Mons, em Marte. A imagem estereoscópica fornece visão tridimensional quando visualizada com óculos vermelho-verde ou vermelho-azul. Crédito da imagem: Agência Espacial Europeia/Centro Aeroespacial Alemão/Universidade Livre de Berlim

Exploração de Marte

A sonda Mars Express orbita o Planeta Vermelho desde 2003. Ela tem fotografado a superfície de Marte, mapeando seus minerais, determinando a composição e circulação de sua fina atmosfera, sondando abaixo de sua crosta e explorando como vários fenômenos interagem na atmosfera marciana. ambiente.

READ  A sonda Juno da NASA captura a visão mais próxima de Júpiter gelado na Europa em 22 anos

O instrumento HRSC da sonda, responsável por estas imagens, revelou muito sobre a diversidade da superfície de Marte nos últimos 20 anos. Suas fotos mostram tudo, desde Colinas e desfiladeiros esculpidos pelo vento Desde crateras nas laterais de enormes vulcões até crateras de impacto, falhas tectônicas, canais de rios e antigas poças de lava. A missão tem sido extremamente produtiva ao longo da sua vida, criando uma compreensão mais completa e precisa do que nunca do nosso vizinho planetário.

A Câmera Estéreo de Alta Resolução (HRSC) da espaçonave Mars Express é um sistema de imagem avançado projetado para estudar Marte em grande detalhe. eu liberei Agência Espacial Europeia Em 2003, o Observatório de Marte de Alta Resolução foi capaz de capturar imagens 3D da superfície de Marte, permitindo aos cientistas examinar a topografia e a forma do planeta com detalhes sem precedentes. Este sistema de câmeras utiliza técnicas holográficas para produzir imagens coloridas juntamente com mapas topográficos, ajudando os pesquisadores a analisar a geologia, a composição e os processos físicos de Marte. O Observatório de Marte de alta resolução tem sido fundamental no fornecimento de informações sobre a atividade hídrica passada do planeta, a atividade vulcânica e outros processos dinâmicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *