Coronel da GNR Escolhido para Comandar Operações da Protecção Civil

Publicidade
Publicidade

Presidente da ANPC escolheu os comandantes operacionais da Protecção Civil. Patrícia Gaspar ocupará o lugar de segundo comandante operacional.

António Paixão, que liderou o grupo de intervenção, prevenção e socorro da GNR, vai assumir o comando operacional da Protecção Civil Nacional, avançou o Diário de Notícias. Patrícia Gaspar ocupará o lugar de segundo comandante operacional.

O coronel António Paixão, que dirigia actualmente o comando territorial de Lisboa, é um dos mais antigos oficiais de carreira da Guarda Nacional Republicana.

O tenente-general Mourato Nunes, novo presidente da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), prometeu, no início de Novembro, uma instituição “mais forte e qualificada”.

“A grande reforma que é necessária promover no sistema da protecção civil não pode basear-se na simples exigência da afectação de mais meios. O vector estruturante deve ser a utilização mais racional e inteligente e em rede dos recursos que temos à nossa disposição e, daí, partir para a aquisição do que é prioritário e indispensável para o cumprimento da missão”, disse, na altura, Mourato Nunes.

Durante a cerimónia de tomada de posse, o novo presidente da ANPC garantiu esperar levar “por diante o projecto de mudança que fará a ANPC uma instituição mais ágil, mais próxima, mais qualificada e mais apta a servir os interesses de Portugal e dos portugueses”.

“Falar de mudança não significa necessariamente que tudo o que existe esteja mal, significa apenas que continuamente é preciso melhorar, apreender, renovar, adaptar, corrigir e, por vezes, até reconstruir para responder com oportunidade e eficácia às questões novas que nos são colocados”, prosseguiu.

Para a reforma, Mourato Nunes reforçou não bastar “apenas a vontade do comando da Protecção Civil”.

Fonte: http://www.sabado.pt/

Commentários

Commentários