A Rússia repetiu o ataque suicida com tanque 7 vezes na mesma área de matança

Uma coluna blindada russa foi atacada numa floresta ucraniana.
Ministério da Defesa da Ucrânia/X

  • Um videoclipe mostrou a destruição de uma coluna blindada russa ao tentar cruzar uma floresta ucraniana.
  • A Forbes disse que as forças russas fizeram pelo menos sete tentativas fracassadas de cruzar a mesma área em duas semanas.
  • O último ataque ocorreu numa floresta na região de Kharkiv.

Um relatório disse que as forças russas tentaram repetidamente realizar um ataque com tanques na mesma parte da floresta ucraniana, embora todas as vezes tenham sido frustradas pelas forças ucranianas.

A Forbes informou que havia evidências visuais de pelo menos sete ataques russos fracassados ​​na mesma região, no nordeste da Ucrânia, entre 14 e 28 de dezembro.

Imagens de drones divulgadas pelo Ministério da Defesa da Ucrânia parecem mostrar o último ataque russo fracassado.

O vídeo mostra dois tanques russos seguidos por dois veículos de combate BMP entrando em uma área aberta em uma floresta já repleta do que parecem ser outros veículos destruídos.

Uma explosão e fogo de artilharia atingiram o tanque na frente da coluna. Cerca de uma dúzia de soldados russos, alguns dos quais pareciam estar feridos, puderam ser vistos fugindo a pé e se protegendo nas trincheiras próximas, enquanto as forças ucranianas desmantelavam outros veículos blindados.

As tentativas de cruzar a área foram realizadas pelas 25ª e 138ª brigadas de rifle motorizadas da Rússia, perto da vila ucraniana de Sinkivka, na região de Kharkiv, segundo a Forbes.

O jornal disse que as 14ª e 30ª brigadas mecanizadas na Ucrânia conseguiram destruir todas as vezes as colunas de gás russas, adicionar minas, preparar suas defesas e aguardar o próximo ataque.

READ  Charles Sobraj: Suprema Corte do Nepal ordena a libertação de 'A Serpente', notório serial killer francês

Brigada 30 Um grupo de soldados russos foi preso perto de Sinkivka, em 1 de Janeiro, embora não esteja claro se eram as mesmas pessoas que tinham participado no ataque fracassado dias antes.

Estes ataques da Rússia ocorrem repetidamente na linha da frente, muitas vezes sem sucesso.

A Forbes disse que as áreas onde a Rússia avança são aquelas onde estão concentrados milhares de homens e armas, como é o caso de Avdiivka e Bakhmut.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *