África do Sul: edifício do Parlamento pega fogo na Cidade do Cabo Notícias

História em desenvolvimento,

Nenhum ferido foi relatado no incêndio, que foi relatado por guardas de segurança na manhã de domingo.

Um grande incêndio irrompeu no prédio do Parlamento na Cidade do Cabo, África do Sul, e as chamas irromperam do telhado do prédio e a fumaça pôde ser vista a quilômetros.

Os bombeiros chegaram ao prédio por volta das 5h30 de domingo devido a grandes chamas e uma grande nuvem de fumaça.

O presidente da Assembleia Nacional, Nosiviwe Mapisa-Nqakula, disse em entrevista coletiva que a Assembleia Nacional pegou fogo, ao contrário de relatórios anteriores de que apenas o antigo prédio da Assembleia havia sido danificado.

Mafisa-Nakakula disse que o incêndio não impediria a nação de se dirigir à nação em fevereiro.

A ministra de Obras Públicas e Infraestrutura, Patricia De Lille, disse em entrevista coletiva que a Assembleia Nacional ainda está queimando.

“Não conseguimos controlar o incêndio nas câmaras da Assembleia Nacional. Parte do telhado desabou ”, disse ele.

De Lille alertou contra as especulações sobre a causa do incêndio até que as investigações fossem concluídas.

O vereador da Cidade do Cabo, Jean-Pierre Smith, disse que o terceiro andar do antigo prédio de montagem foi destruído por um incêndio e o telhado desabou.

Smith acrescentou que os bombeiros ainda estão lutando para conter o incêndio e que dois aviões foram usados.

Ninguém ficou ferido no incêndio, disseram as forças de segurança.

Várias horas depois do incêndio, uma fumaça densa ainda saía de um dos muitos prédios do complexo do parlamento.

READ  Por que Johnny Ive deixou a Apple para 'contadores'

O News24 relatou inicialmente que 36 bombeiros foram enviados ao local e mais tarde chamou as autoridades para obter evidências adicionais enquanto tentavam conter o incêndio.

O MP Steve Swart disse que o incêndio foi “trágico” e disse a repórteres que os MPs continuariam seu trabalho à distância.

Os bombeiros borrifaram água nas chamas do edifício do parlamento da África do Sul [Jerome Delay/AP Photo]

Samantha Graham, parlamentar do Comitê de Obras Públicas, expressou preocupação de que o incêndio no prédio do parlamento pudesse ter sido evitado.

Segundo Graham, relatório externo da empresa de auditoria BDO destacou o risco de incêndio.

“O Ministro recusou-se a dar-nos o relatório, mas entregou-o ao Presidente do Parlamento. O Ministro e o Presidente são cúmplices no caso de um incêndio como resultado de um ou mais dos perigos mencionados no relatório ”, Graham News 24 foi citado como tendo dito.

O porta-voz Mabisa-Nakakula negou as acusações, dizendo que as recomendações foram implementadas.

O relatório foi divulgado em 17 de março de 2021, como resultado de uma investigação sobre um incêndio que afetou várias áreas do antigo edifício do parlamento, incluindo os escritórios do andar superior e salas de comitês.

Autoridades parlamentares disseram que investigações estão em andamento para determinar a causa do incêndio.

Bombeiros estão lutando contra um incêndio em um prédio do parlamento na Cidade do Cabo, África do Sul.Bombeiros estão lutando contra um incêndio em um prédio do parlamento na Cidade do Cabo, África do Sul. [Marco LONGARI/AFP]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.