Mais de 50 pessoas morreram em uma explosão em uma refinaria de petróleo ilegal na Nigéria

Mais de 50 pessoas morreram e muitas ficaram feridas em uma explosão que abalou uma refinaria de petróleo ilegal no sudeste da Nigéria, disseram a polícia e autoridades nigerianas.

O número de mortos pode ser superior a 100, de acordo com uma reportagem do jornal Punch, com sede em Lagos. Foi relatado que o fogo se espalhou para propriedades próximas.

Declan Imilumba, comissário de informações do estado de Imo, disse que o fogo começou na noite de sexta-feira e rapidamente se espalhou para duas áreas de armazenamento de combustível na refinaria ilegal de petróleo bruto, causando um “incêndio que se espalha rapidamente” dentro do complexo.

Imilumba disse que a causa imediata da explosão e a extensão das mortes, ferimentos e danos estão sendo investigados.

Vários vídeos postados nas mídias sociais mostraram uma cena horrível, onde os restos carbonizados de pessoas foram reduzidos a esqueletos e cinzas. A Associated Press não pôde verificá-lo de forma independente.

Muita gente morreu. “As pessoas que morreram eram todos operadores ilegais”, disse Michael Apatam, porta-voz do Comando da Polícia do Estado de Imo.

Um funcionário disse que o governo do estado de Imo estava procurando o dono da refinaria onde ocorreu a explosão e o declarou procurado.

Refinarias ilegais são comuns na Nigéria, onde operadores comerciais obscuros geralmente evitam regulamentações e impostos instalando refinarias em áreas remotas, fora da vista das autoridades.

READ  AP PHOTOS: 10 semanas na Ucrânia, o que torna difícil esquecer as fotos

A Nigéria é o maior produtor de petróleo bruto da África, mas tem muito poucas refinarias formais e, como resultado, a maior parte de sua gasolina e outros combustíveis são importados, criando uma oportunidade para operadores de refinarias ilegais.

Esta prática é tão difundida que afeta a produção de petróleo bruto na região rica em petróleo do Delta do Níger.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.