O interesse de DiMeco Ryans no trabalho dos Texans não foi afetado por seu processo anterior contra a equipe



Boas fotos

Dada a história de litígio entre empregador e empregado em potencial, a porta certamente não abre para nenhum dos lados. O empregador não pode legalmente guardar rancor; O empregado pode absolutamente.

explicado por Jonathan Jones De acordo com a CBS Sports, o coordenador defensivo do 49ers, DiMeco Ryans, processou os Texans anteriormente. Não reduz o interesse pelo trabalho.

Alguns diriam que é óbvio que Ryans acabou de ser entrevistado para o trabalho. Mas entrevistar para um emprego e conseguir são duas coisas diferentes. Ryans devem estar preparados para esquecer o passado.

Não será difícil para ele deixar o passado para trás. Ryans, um ex-jogador do Texas, sofreu uma ruptura no tendão de Aquiles enquanto jogava em Houston como membro dos Eagles. Como costumam fazer os advogados, seu advogado processou todos os responsáveis ​​pelas condições que causaram o dano. O sistema judicial descobrirá quem é responsável e quem não é.

O processo fez com que os texanos não tivessem problemas com Ryans. O processo por lesão é mais pessoal e menos fluido do que o processo que Brian Flores moveu contra os Texans no ano passado, alegando que ele não foi contratado como treinador principal em retaliação a um processo de discriminação que ele moveu contra a NFL várias semanas atrás. No início deste ano, os texanos não entrevistaram Flores.

Ryans acabou em uma superfície de jogo abaixo do padrão e agir sobre isso o torna uma opção atraente para os jogadores atuais e futuros do Texas. Presumivelmente, sua história pessoal o tornará um defensor ferrenho da proteção das superfícies nas quais se espera que seus jogadores operem, tanto em ambientes internos quanto externos.

READ  Um juiz está agendado para sexta-feira para ouvir uma ordem de proteção contra Trump em um caso de adulteração eleitoral



Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *