Pub sul-africano: 22 mortos em acidente no leste de Londres

O ministro da Polícia Nacional, Becky Seely, disse a repórteres em sua visita ao local que ainda não conseguiu determinar o que aconteceu no local, mas disse que algumas das vítimas tinham apenas 13 anos de idade.

O ministro disse que amostras dos corpos serão levadas para laboratórios de toxicologia na Cidade do Cabo para análises mais avançadas.

O presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, expressou suas condolências às famílias das vítimas.

“Enquanto o presidente aguarda mais informações sobre o incidente, seus pensamentos estão com as famílias que perderam seus filhos, bem como com as famílias que aguardam a confirmação de como seus filhos podem ser afetados”, disse um comunicado da presidência.

O comunicado acrescentou que o presidente espera que a lei siga seu curso após as investigações sobre a tragédia.

O porta-voz da Polícia do Cabo Oriental, Brigadeiro Thempinkosi Kanana, disse à CNN mais cedo que a causa do acidente está atualmente sob investigação.

Muitas pessoas se reuniram no local tentando encontrar seus entes queridos. O ministro da Polícia Seal viajou para o local em Century Park, onde disse a uma grande multidão: “O pedido é para que os pais vejam seus filhos com boa saúde, e o apelo é para a comunidade dizer que não podemos permitir que nossos filhos morram”. A Reuters informou que sua visita improvisada foi transmitida ao vivo pela televisão.

READ  Agência de ajuda humanitária de Minneapolis Alight envia equipe à Polônia para ajudar refugiados ucranianos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.