Quatro astronautas, incluindo o primeiro turco, chegam à estação espacial

Tempo estimado de leitura: 2-3 minutos

CABO CANAVERAL – Uma tripulação de quatro pessoas, incluindo o primeiro astronauta da Turquia, chegou à Estação Espacial Internacional na manhã de sábado para uma estadia de duas semanas na mais recente missão deste tipo organizada inteiramente com despesas comerciais pela startup Axiom Space, com sede no Texas.

A reunião ocorreu cerca de 37 horas após o lançamento do quarteto Axiom na noite de quinta-feira a bordo de um foguete do Centro Espacial Kennedy da NASA em Cabo Canaveral, Flórida.

Tanto a nave Crew Dragon quanto o foguete Falcon 9 que a levou à órbita foram fornecidos, lançados e operados pela SpaceX de Elon Musk sob contrato com a Axiom, e foram as duas primeiras missões da Axiom à estação espacial desde 2022.

Assim que os astronautas chegam à estação espacial, eles ficam sob a responsabilidade da operação de controle da missão da NASA em Houston.

Um webcast ao vivo da NASA mostrou que a espaçonave Crew Dragon atracou de forma independente na Estação Espacial Internacional às 5h42 EDT (10h42 GMT), enquanto as duas espaçonaves voavam cerca de 250 milhas (400 quilômetros) sobre o Oceano Pacífico Sul.

Ambos voavam lado a lado ao redor do mundo a uma velocidade supersônica de cerca de 28.200 km/h (17.500 mph) quando se juntaram em órbita.

Com o emparelhamento alcançado, esperava-se que demorasse cerca de duas horas para que a passagem selada entre a estação espacial e a cápsula da tripulação fosse pressurizada e verificada quanto a vazamentos antes que as escotilhas fossem abertas, permitindo que os astronautas recém-chegados se movimentassem a bordo do laboratório em órbita.

Os planos prevêem que a tripulação do Axiom-3 passe aproximadamente 14 dias em microgravidade conduzindo mais de 30 experimentos científicos, muitos deles focados nos efeitos dos voos espaciais na saúde e nas doenças humanas.

READ  Assista à dança da lua cheia ao longo de um ano em um impressionante vídeo de lapso de tempo

A equipe multinacional foi liderada por Michael Lopez Alegría, 65 anos, astronauta aposentado da NASA nascido na Espanha e CEO da Axiom, que fez sua sexta viagem à estação espacial. Ele também comandou a primeira missão Axiom – o primeiro voo totalmente privado para a estação espacial – em abril de 2022.

O segundo em comando do Ax-3 é o coronel da Força Aérea Italiana Walter Velade, 49 anos. Completam a equipe o piloto sueco Markus Wandt, 43 anos, representando a Agência Espacial Europeia, e Alper Gezeravci, 44 anos, veterano da Força Aérea Turca e piloto de caça, que está realizando o primeiro voo espacial tripulado de seu país.

Eles serão recebidos a bordo da estação espacial pelos sete membros da atual tripulação regular da estação – dois americanos da NASA, um astronauta do Japão e da Dinamarca e três astronautas russos.

Desde a sua fundação, há oito anos, a Axiom, com sede em Houston, construiu uma empresa que atende governos estrangeiros e patrocinadores privados ricos com o objetivo de enviar os seus próprios astronautas para órbita. A empresa cobra pelo menos US$ 55 milhões por assento por seus serviços de organização, treinamento e preparação de clientes para voos espaciais.

A Axiom também é uma das poucas empresas que está construindo sua própria estação espacial comercial com o objetivo de eventualmente substituir a Estação Espacial Internacional, que a NASA espera aposentar por volta de 2030.

A estação espacial foi lançada em órbita em 1998 e tem sido continuamente tripulada desde 2000 no âmbito de uma parceria liderada pelos EUA e pela Rússia que inclui Canadá, Japão e 11 países da ESA.

as fotos

Histórias relacionadas

Últimas histórias internacionais

Mais histórias que podem lhe interessar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *