Snap relata receitas decepcionantes enquanto os anúncios diminuem; As ações estão afundando

(Bloomberg) — A Snap Inc. caiu. subiu mais de 30% no final das negociações depois de reportar receitas decepcionantes no trimestre de férias, um sinal de que o proprietário do Snapchat ainda está enfrentando uma queda em seu negócio de publicidade digital.

Mais lidos da Bloomberg

A receita do quarto trimestre aumentou 5%, para US$ 1,36 bilhão, abaixo da previsão média dos analistas de US$ 1,38 bilhão. Ao longo do ano, o crescimento das vendas manteve-se estável, “refletindo um ambiente operacional desafiador”, de acordo com uma carta aos acionistas.

O CEO Evan Spiegel tem liderado a empresa através de uma extensa reestruturação nos últimos dois anos, cortando empregos e encerrando projetos que não impulsionaram a receita ou o crescimento do número de usuários. E ainda não acabou. A empresa com sede em Santa Monica, Califórnia, disse na segunda-feira que reduzirá sua força de trabalho em mais 10% este ano, em um esforço para reduzir a burocracia e promover a colaboração pessoal.

A Snap esperava uma perda de EBITDA ajustado entre US$ 55 milhões e US$ 95 milhões no período atual – excedendo em muito a perda de US$ 33 milhões que os analistas esperavam.

Apesar dos esforços para reduzir a dependência da publicidade nas redes sociais, a Snap ainda depende desse mercado, disse Jasmine Enberg, analista principal da Insider Intelligence. É aqui que a empresa luta para competir com a Meta Platforms Inc, dona do Instagram e do Facebook.

“O Snap é um player menor e menos importante para os anunciantes do que o Meta e tem lutado para construir um negócio publicitário forte”, disse ela. Apesar do crescimento das receitas no quarto trimestre, “a recuperação da empresa não acompanhou o ritmo dos grandes gigantes da tecnologia”.

READ  Inflação afeta contas de supermercado dos EUA à medida que os preços dos alimentos aceleram

Snap e Meta foram severamente afetados por mudanças nas configurações de privacidade da Apple Inc. Em 2021, dificultando o rastreamento dos usuários do iPhone pelos anunciantes. A Meta se recuperou, registrando um aumento de 25% nas vendas no quarto trimestre, seu maior aumento trimestral em dois anos, enquanto o Snap ainda está se recuperando.

A Snap reformulou seu negócio principal para melhorar a segmentação de anúncios e como mede sua eficácia, ao mesmo tempo em que aumentou suas ofertas de anúncios de resposta direta.

Na carta aos acionistas, a empresa disse estar “encorajada pelo progresso que estamos a fazer na nossa plataforma publicitária” e pela melhoria dos resultados para alguns parceiros publicitários, mas reconheceu que o conflito no Médio Oriente era um “vento contrário”. Snap disse que alcançou cerca de dois pontos percentuais de crescimento no quarto trimestre.

A Snap tentou adicionar novas fontes de receita – com vários graus de sucesso. Sua oferta de assinatura, Snapchat+, já acumulou 7 milhões de usuários pagos e tem uma receita anual de US$ 249 milhões. Esta é uma conquista única entre as empresas de mídia social, que em sua maioria não conseguiram converter usuários em assinantes pagantes. Mas os seus esforços para construir ecrãs de realidade aumentada para os retalhistas foram considerados demasiado complexos e esse projecto foi encerrado no ano passado.

O Snapchat teve 414 milhões de usuários ativos diários no quarto trimestre, um aumento de 10% em relação ao mesmo período do ano passado. Quase metade deles está em mercados estabelecidos, como a América do Norte e a Europa, regiões que a empresa afirma que agora irá priorizar. É um pivô notável para a Snap, que passou anos dedicando recursos para construir suporte para telefones Android em mercados emergentes.

READ  A gigante do petróleo Saudi Aramco supera a Apple como a empresa mais importante do mundo

“Estamos mudando mais nosso foco para o crescimento do usuário e aprofundando o envolvimento em nossas geografias mais lucrativas”, disse Spiegel na carta. “O foco nessas iniciativas nos ajudará a aumentar o uso ativo diário do Snapchat, aprofundar o envolvimento com o conteúdo, melhorar o desempenho dos anunciantes e, em última análise, acelerar o crescimento da receita e aumentar o fluxo de caixa livre.”

A empresa disse que mais de 800 milhões de pessoas usam o aplicativo globalmente todos os meses.

A Snap esperava que sua receita variasse de US$ 1,10 bilhão a US$ 1,14 bilhão no primeiro trimestre, um aumento de até 15% em relação ao ano anterior. O ritmo de crescimento está em linha com a média das estimativas dos analistas, segundo dados compilados pela Bloomberg.

No quarto trimestre, a Snap relatou um prejuízo líquido de US$ 248,7 milhões, em comparação com um prejuízo de US$ 287,6 milhões no ano passado. O valor ficou abaixo da estimativa média dos analistas de US$ 287 milhões. O lucro por ação foi de 8 centavos, em comparação com as estimativas dos analistas de 6 centavos.

A empresa incorrerá em custos entre US$ 55 milhões e US$ 75 milhões relacionados a demissões, a maior parte dos quais será gasta no primeiro trimestre.

(Atualizações com comentários de analistas no quinto parágrafo.)

Mais lidos da Bloomberg Businessweek

©2024 Bloomberg L.P.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *