UFC Fight Night – Josh Emmett vence filme de cinco rodadas, estrelas Kevin Holland e seu personagem

Josh EmmettA disputa pelo cinturão peso-pena do UFC ficou muito mais forte no sábado, quando ele tomou uma decisão dividida sobre Calvin Catar.

Emmett (18-2) atacou Katar (23-6) com a mão direita e o corpo alados, durante uma luta de cinco rounds. Os scorecards dos três juízes estavam por perto. Dois oficiais concederam a luta de 145 libras por 48-47 para Emmett, que participou do pote como o azarão. Um terceiro viu isso em favor de Kattar, 48-47. A luta tem como tema o UFC Fight Night em Austin, Texas.

Embora a luta tenha sido sem dúvida acirrada – produzindo uma ampla gama de pontuações de fãs nas mídias sociais – Emmett disse estar confiante no resultado. herói atual Alexandre Volkanovsky Ele está pronto para defender seu cinturão contra Max Holloway No UFC 276 em 2 de julho em Las Vegas, Emmett exigiu uma chance de enfrentar o vencedor.

Okamoto: Emmett vence Qatar e leva peso pena | Assista Kattar vs. Emmett na ESPN +


Resultados do UFC Fight Night

peso médio: Kevin Holanda (23-7 1 NC, 11-4 1 NC UFC) derrotado. Tim significa (31-13-1 1 NC, 14-10 1 NC UFC) conforme submissão)Assista na ESPN +)

Obviamente Kevin Holland foi um trabalho Na academia, show no sábado. O jogador de 29 anos parecia ótimo ao entregar a segunda rodada para o veterano Tim Maines. A finalização ocorreu em 1:28 da rodada, através do acelerador de D’Arce.

O final culminou em um excelente desempenho do início ao fim. Acertar a Holanda significa socos curtos no interior, aterrissagens com as duas mãos e a direita nos espaços, o que tradicionalmente significa que seu sucesso é o mesmo. A Holanda também se saiu bem na defesa das tentativas de queda de Means. Ele caiu no chão em um ponto na rodada de abertura, mas imediatamente fez o seu caminho de volta.

O movimento direto da mão direita significou cerca de 90 segundos para o segundo round, e enquanto ele tentava agarrar, Holland pulou no pescoço e emitiu um clique rápido. É sua segunda vitória em duas lutas desde que caiu de meio-médio para meio-médio.

“Não estou tentando ser arrogante, acho que posso subjugar qualquer pessoa no mundo”, disse Holland. “Acho Sean Brady Realmente precisa de desconto. Estou tão danificado. Ouvi dizer que ele quer lutar em agosto. Eu estava pensando em setembro. Shawn, se conseguirmos descobrir alguma coisa, será minha terceira luta do ano, e ainda tenho muito tempo para mais duas lutas.”

Brady (15-0) está atualmente classificado em 9º no meio-médio. Em recente entrevista à ESPN, ele fez campanha pela luta contra Bilal Mohammed, mas mencionou especificamente os Países Baixos como uma possível alternativa. A Holanda está agora 2-0 na divisão dos meio-médios depois de perder três partidas dos médios. Desde o início de 2019, as nove vitórias de Holland foram as maiores em promoção, desempatendo com o ex-Campeão Peso Leve do UFC. Carlos OliveiraE a

READ  Roman Abramovich: Grã-Bretanha impõe sanções ao oligarca russo e ao dono do Chelsea

peso médio: Joaquin Buckley (15-4, 5-2 UFC) derrotado. Alberto Dourif (15-4, 2-1 UFC) por nocaute técnico (Assista na ESPN +)

Uma partida entre dois ex-companheiros de equipe resultou em um resultado desequilibrado, com Buckley controlando completamente Duraev em pé – machucando-o várias vezes a caminho de uma parada médica após o segundo round.

Duraev, da Rússia, entrou na partida com muita confiança em sua capacidade de vencer Buckley, mas não foi isso que aconteceu no cage. Buckley fez um trabalho fenomenal mantendo a luta à tona, atordoando Duraev com um chute esquerdo na cabeça e fechando o olho direito com a mão esquerda reta. Doreyev terminou o segundo round frustrado de joelhos. O médico da gaiola o deteve momentos depois.

“Mais do que tudo naquela luta, eu queria mostrar minha defesa no wrestling”, disse Buckley. “Ele me derrubou algumas vezes, mas ele deveria colocar pressão em mim. Eu recuperei minha bunda e brigamos novamente.”

É um bom resultado para Buckley, que foi uma aposta óbvia na partida. Ele já ganhou cinco dos seus últimos seis. Duraev sofre sua primeira derrota desde 2014.


Leve: Damir Asmagolov (24-1, 5-0 UFC) derrotado. Guram Kottayladze (12-3, 1-1 UFC) por decisão dividida (Assista na ESPN +)

A sequência de vitórias de Ismagulov continua, com os pesos leves agora vencendo todas as suas cinco lutas no UFC e 19 seguidas em várias promoções de MMA. Ismagulov se junta a uma impressionante lista de levantadores de peso leve que começaram 5-0 no UFC: Khabib NurmagomedovE a Nate DiazE a Benson Henderson E a Gregor Gillespie. A sequência ativa de vitórias de Ismagulov está ligada a cinco lutas leves Rafael VizievE a Cláudio Beulis E a Arman Tsarukyan pelo maior período de divisão.

A vitória de Ismagulov foi próxima, já que Kutateladze enfrentou todos os desafios físicos apresentados dentro do octógono. Ambos acertaram quase a mesma quantidade de grandes rebatidas, 79-78, a favor de Ismagulov, já que Ismagulov conseguiu acertar a cabeça com 63 rebatidas na área, enquanto Kotiladze acertou 48 grandes rebatidas no corpo e nas pernas.

Kutateladze vê sua sequência de nove vitórias ser interrompida com uma derrota. Esta foi a primeira luta de Kutateladze no UFC em 20 meses, quando ele venceu sua primeira luta contra o UFC. Matthews Jamrot por decisão dividida.


peso médio: Gregório Rodrigues (12-4, 3-2 UFC) derrotado. Julian Marquez (9-3, 4-2 UFC) por nocaute (Assista na ESPN +)

Os nocautes continuaram no primeiro round no UFC Austin, onde Rodriguez derrotou Marquez com vários socos na cabeça dos quais seu oponente não conseguiu se recuperar. Em sua quinta luta no UFC, Rodriguez anotou três nocautes no sábado após não conseguir vencer um em suas primeiras quatro lutas.

READ  Torcedores do Chelsea interrompem seu momento de solidariedade com a Ucrânia com cânticos de Roman Abramovich

Na verdade, este é seu primeiro nocaute no primeiro round desde que conquistou o título dos médios da Legacy Fighting Alliance (LFA) em maio de 2021. Essa vitória lhe rendeu a chance de lutar no UFC, e a vitória sobre Marquez coloca o resto da divisão no lugar depois de perceber que “Robocop” está pronto para mais.

A derrota de Márquez para Rodriguez encerrou uma série de vitórias, pois ele estava inicialmente preparado para enfrentar Wellington Tourman no sábado. No entanto, Torman teve que se retirar devido a uma lesão no osso orbital e foi substituído por Rodriguez.


peso da galinha: Adrian Yanez (16-3, 6-0 UFC) derrotado. Tony Kelly (8-3, 2-2 UFC) por nocaute técnico (Assista na ESPN +)

Yanez colocou uma boa clínica na frente de seus Texans em Austin, derrubando Kelly no primeiro round e usando solo e peso efetivos até que o árbitro chamou uma luta. Yanez já venceu suas primeiras cinco lutas no UFC depois de ganhar um contrato no Dana White’s Contender Series.

Yanez, 28, está lutando fora de Houston e finalizou todos que enfrentou até agora em uma luta promovida pelo UFC. A divisão dos galos é uma das mais difíceis do UFC, mas Yanez está empatado na terceira maior sequência de vitórias ativa da divisão, junto com… TJ Dillashaw E a jack shore. Nesse ritmo, o concorrente classificado deve estar em seu futuro próximo.

Kelly, cuja derrota para Yanez interrompeu uma série de vitórias, pesava 1,5 libras acima do limite de peso bantam não-título. Portanto, a vitória de Yanez se qualificaria como uma luta de peso e Kelly perderia 20% de sua bolsa para Yanez.


Peso mosca feminino: Natália Silva (13-5-1, 1-0 UFC) derrotado. Jasmim Gasodavicius (7-2, 2-1 UFC) por decisão unânime (Assista na ESPN +)

Já se passaram 901 dias desde que Silva lutou pela última vez no MMA e, em sua estreia no UFC, ela conquistou uma vitória enorme sobre Gasodavicius em Austin. A decisão unânime da vitória veio inesperadamente para Silva, acertando 81 acertos extras (120-39) de seu oponente enquanto marcava duas quedas durante a luta.


peso médio: Jeremias Wells (11-2 1 NC, 3-0 UFC) derrotado. Tribunal de McGee (22-11, 10-10 UFC) por nocaute (Assista na ESPN +)

“Eu visualizei isso”, disse Wells após o nocaute de McGee no primeiro round no UFC Austin. O País de Gales já venceu cinco vezes seguidas, três por nocaute e duas por rendição. O País de Gales está 3-0 no UFC e vai tentar encarar um desafio ainda maior em sua próxima luta. Para McGee, esta é a segunda vez que ele finaliza 33 lutas profissionais de MMA. Santiago Ponzibio Ele foi morto pela última vez, quando foi demitido há mais de seis anos.

READ  Arch Manning se compromete com o contrato do Texas: quarterback de cinco estrelas, primeiro jogador em potencial a acabar com um alistamento rápido

peso-pena: Ricardo Ramos (16-4, 7-3 UFC) derrotado. Danny Chavez (11-5-1, 1-2-1 UFC) por nocaute (Assista na ESPN +)

Ramos não perdeu muito tempo contra Chávez por nocaute no primeiro round. É a primeira eliminação de Ramos no primeiro round desde abril de 2015 e o quarto nocaute em 16 vitórias. Foram cinco nocautes na história do Ultimate Fighting Championship, e Ramos agora tem dois deles, o primeiro contra Ayman Al-Dhahabi Na terceira rodada de sua luta em novembro de 2017.


Peso da palha das senhoras: Maria Oliveira (13-5, 1-2 UFC) def. Glória de Paula (6-5, 2-3 UFC) por decisão dividida (Assista na ESPN +)

Oliveira e Di Paula deram um show de três rounds com uma aparição vitoriosa de “Spider Girl” enquanto dois dos três juízes se dirigiam para tomar a decisão. Oliveira, que entrou como azarão de 210+, conquistou sua primeira vitória no UFC depois de perder sua primeira aparição para um Tabatha Ritchie.

RELACIONADOS: Como Maria Oliveira “Best Party Breaker” se tornou amiga da estrela pop Anita


peso da galinha: Cody Staman (20-5-1, 6-4-1 UFC) derrotado. Eddie Wineland (24-16-1, 11-12 UFC) por nocaute técnico (Assista na ESPN +)

Stamann levou apenas 59 segundos para derrotar Wineland no sábado com um desempenho impressionante na primeira rodada. Stamann interrompeu uma sequência de três derrotas com Victory e conquistou sua primeira vitória no UFC.


peso médio: Phil Howes (12-3, 5-2 UFC) derrotado. Deron Win (7-3, 2-3 UFC) por nocaute técnico (Assista na ESPN +)

Howes deu um show absoluto em Austin, onde Wayne terminou com um nocaute técnico no segundo round. Hawes já venceu oito de suas últimas nove partidas e alcançou o sucesso com uma combinação de golpes técnicos de longo alcance e cotoveladas de dentro. Howes venceu Wayne por 86 tacadas (118-32) no sábado, o quarto maior na história dos médios no Ultimate Fighting Championship.


peso médio: Roman Duldes (10-1, 4-1 UFC) derrotado. Kyle Ducos (11-3 1 NC, 3-3 1 NC UFC) por nocaute (Assista na ESPN +)

Dolidze abriu o card em grande estilo com um nocaute no primeiro round sobre Daukaus. Dolidze era um azarão +210 vindo para vencer com uma probabilidade de +800 de vencer por nocaute de acordo com o Caesars Sportsbook. Seis dos oito de sua carreira vieram por nocaute no primeiro round.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.