Opinião: Bombeiros Criam Unidade de Elite Chamada FESOM

Imagem Ilustrativa. Fonte: https://tomartv.com/
Publicidade

Se sofre de visão turva ou de problemas com sarcasmo, feche imediatamente a janela e abra a página do governo e veja as novidades por lá. Fica o aviso.

Em resposta às várias iniciativas levadas a cabo por outras entidades para os incêndios de 2019 os bombeiros Portugueses, pela sua dimensão e magnitude, não quiseram ficar de fora das novidades. Assim, porque várias foram as novas forças criadas e reforçadas este ano 2019, os bombeiros sentaram-se à mesa e além do almoço e das habituais discussões em torno do comando único, discutiram qual seria a melhor forma de resposta para criarmos algo completamente inovador e que permitisse resolver os incêndios ainda antes deles começarem.

Depois de o ICNF, os GIPS, a AGIF, o exército e as associações em torno das florestas terem criado novas forças, novas brigadas, novos veículos, novos especialistas, novos instrumentos e alguns mestres na arte de apagar os incêndios os bombeiros acharam necessidade de afirmar a sua posição e criar algo novo.

Criou-se assim os FESOM. Os FESOM geraram alguma controvérsia particularmente por causa do nome. Este grande grupo de homens e mulheres que todos os anos se aplica no combate aos incêndios florestais em Portugal ficou assim numa posição difícil para criar algo que realmente chocasse as pessoas. Os FESOM são então um grupo de Bombeiros de norte a sul de Portugal que irão combater incêndios em primeira intervenção, em segunda intervenção e em todas as intervenções que se venham a revelar necessárias.

Para sustentar todo este dispositivo os bombeiros recorreram a investimentos muito grandes em países como a França, onde adquiriram carros com quase 30 anos para executar esta missão. Os mesmos revelam-se capazes de estar várias horas nos incêndios, sem comer, sem tomar banho e até mesmo sem o sítio adequado para dormir. Esta força será muito próxima da elite criada por outras entidades, com a capacidade de ser mobilizada no primeiro minuto em que são chamados .

A atividade política em Portugal está deveras espantada porque não esperava uma resposta destas de uma estrutura com quase 500 anos. Havia até a quem dissesse que fruto da incapacidade de gerar novas ideias, os bombeiros iriam mesmo desaparecer.

Os FESOM são a sigla para a Força Especial de Sempre Os Mesmos e prometem não abandonar os Portugueses em nenhum momento, tal como tem vindo a ser apanágio, desde há várias centenas de anos, dos Bombeiros Portugueses.

Mesmo sem qualquer investimento e total abandono por parte do Estado Central os mesmos de sempre estarão por cá!

Commentários

Commentários