Anúncios diretos: a Rússia ocupa a Ucrânia

O manifestante anti-guerra tinha um cartaz em um dos principais programas de notícias da televisão estatal da Rússia na segunda-feira.

A placa diz: “Sem guerra. Pare a guerra. Não acredite na propaganda de que eles estão mentindo aqui.”

A última linha da placa diz “Os russos são anti-guerra” em inglês.

Veja o momento:

O que sabemos sobre o adversário: De acordo com o OVD-Info, um grupo anti-direitos humanos, a mulher que detém a identidade é uma funcionária do canal.

Em seu canal Telegram, a OVD-Info informou que a funcionária era Maria Ovsyanikova. Os amigos de Ovsyannikova informaram OVD que Ovsyannikova estava na delegacia de polícia de Ostankino, em Moscou.

O advogado de Ovsyannikova, Dmitry Zakhvatov, disse à CNN que, apesar dos relatos de que ele estava na delegacia, seu cliente não pôde ser localizado.

A agência de notícias estatal russa TASS confirmou a declaração da OVD-Info citando uma fonte e disse que ele pode ser julgado.

OVD-Info recebeu um vídeo do que Ovsyannikova supostamente fez antes de interferir no noticiário.

“O que está acontecendo na Ucrânia agora é um crime. A Rússia é um ocupante. Ele mencionou que seu pai era ucraniano e sua mãe era russa.

“Infelizmente, nos últimos anos, tenho trabalhado no Channel One e fazendo campanha para o Kremlin, e agora tenho muita vergonha de pensar nisso”, diz ele. “Que vergonha para você por permitir que o povo russo seja um zumbi, e vergonha para mim por me permitir contar mentiras nas telas de TV.”

Vídeos de interrupção foram postados nas mídias sociais logo após a exibição. A Rússia recebeu um vídeo da CNN de um feed ao vivo do perfil do Channel One VK.

READ  Furacões e furacões 'realmente extraordinários' nas Grandes Planícies e no Meio-Oeste | Iowa

Em poucos minutos, esse feed ao vivo foi removido.

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.