Relatório e destaques do Grande Prêmio de Miami de 2022: Verstappen vence o Grande Prêmio de Miami inaugural sobre Leclerc após o drama tardio do Safety Car

Max Verstappen venceu seu primeiro Grande Prêmio de Miami, tendo arrebatado a liderança de Charles Leclerc, da Ferrari, no início da corrida e o defendeu em uma luta cativante no final da corrida.

O campeão da Red Bull levou o atual campeão P2 Carlos Sainz para a curva 1 no início e rapidamente começou a se aproximar de Leclerc. O piloto da Ferrari perdeu a liderança para seu rival da linha principal no início da volta 9 de 57 e passou do meio para o difícil na volta 24, fazendo com que Verstappen reaja parando-o duas voltas depois. Parece que Verstappen vai correr para a vitória em frente à marina de Miami Gardens…

LEIA MAIS: Verstappen eufórico com vitória de ‘retorno’ em Miami – mas pede à Red Bull que se contente com fins de semana de ‘acertos e faltas’

Isso foi até o aviso da volta 41, o VSC virou o carro de segurança desencadeado por uma colisão entre Pierre Gasly e Lando Norris, fazendo com que o piloto da McLaren girasse quando seu pneu traseiro direito explodiu. Perez aproveitou para pesquisar novos modos de P4, e se destacou por lá, com Verstappen, Leclerc e Sainz avançando.

O reinício da volta 47 viu Verstappen ir mais longe, mas luta para construir uma vantagem na frente de Leclerc. Foi igualmente difícil para Sainz, que foi perseguido pelo médio Sergio Perez para terminar em último no pódio.

Perez tentou passar Sainz na volta 52, mas ele parou, os dois pilotos evitando o contato, enquanto Leclerc estava a menos de meio segundo atrás de Verstappen na perseguição à liderança. Mas nem Perez nem Leclerc conseguiram progredir, e uma vitória – estreita como foi nas Ferraris – seria uma vitória de Verstappen.

READ  O PGA Tour está negando lançamentos para jogadores que desejam competir no evento inaugural do LIV em Londres no próximo mês, de acordo com o memorando.

1


o de cima
Verstappen
VER
Corrida Red Bull
1:34: 24.258

26
2


Carlos
Leclerc
LEC
Ferrari
+ 3,786 segundos

18
3


Carlos
Sains
Autoridade Suprema para Controle Financeiro e Responsabilidade
Ferrari
+ 8,229 segundos

15º
4


Sérgio
Pérez
para cada
Corrida Red Bull
+10,638 segundos

12
5


Jorge
contato
russos
mercedes
+18,582 segundos

10

George Russell completou os cinco primeiros, que largou em 11º e parou durante o VSC, usando a vantagem dos pneus mais novos para passar o companheiro de equipe Lewis Hamilton na volta 54 para P6 quando Valtteri Bottas foi longe demais na curva 17 na volta 49.

O piloto da Alfa Romeo parecia destinado ao P5 depois de largar lá, mas seu erro tardio o deixou em sétimo lugar. Os Alpes vieram em seguida, com Esteban Ocon conquistando o oitavo lugar de Fernando Alonso em nono – este último sendo penalizado em cinco segundos por contato com Gasly.

Alonso recebeu uma penalidade adicional de cinco segundos por deixar a pista e ganhar vantagem na penúltima volta, promovendo Alex Albon para o 9º lugar, Lance Stroll para o 10º e baixando a classificação do bicampeão para 11º.

Fatos e estatísticas: Verstappen dobra os EUA com Russell em quinto

Grande Prêmio de Miami de 2022: contato maciço com Vettel custa a Schumacher seus primeiros pontos na F1

Kevin Magnussen se aposentou tarde depois de chamar Lance Stroll (P10 depois que ele começou a cavar), assim como Sebastian Vettel – que largou nos boxes e foi desclassificado da corrida por Mick Schumacher (p15).

Gasly não terminou depois de chamar Norris (DNF), enquanto Zhou Guanyu foi o primeiro a abandonar, tendo sido puxado para os boxes na volta 7.

Apesar de começar na primeira fila, a Ferrari não conseguiu converter sua vantagem em uma vitória no Grande Prêmio de Miami – enquanto Max Verstappen agora tem duas vitórias seguidas.

Clique aqui para assinar a F1 TV Para cobertura de corrida aprimorada, exclusivos, arquivos de vídeo e muito mais

como aconteceu

Palmeiras balançando, celebridades de primeira linha, a maior marina deste lado do Condado de Dade – o fim de semana do Grande Prêmio de Miami estava sempre no ponto. Agora é hora de desligar as luzes no Sunshine State.

A Ferrari pintou a primeira fila de vermelho graças a Charles Leclerc e Carlos Sainz, com a segunda fila pertencendo à Red Bulls – Max Verstappen antes de Sergio Perez – enquanto Valtteri Bottas, da Alfa Romeo, dividiu a terceira fila com o ex-companheiro de equipe da Mercedes, Lewis Hamilton.

Piloto do dia: Verstappen recebe seu voto após derrotar Leclerc em Miami

A Aston Martin teve um problema de temperatura do combustível antes da corrida, com Lance Stroll e Sebastian Vettel largando do pit lane para evitar uma penalidade da FIA – enquanto Esteban Ocon largaria de trás devido a um acidente de Alpine no TL2.

nuvens sinistras surgiram, paredes de concreto foram fechadas e 18 pilotos alinhados no grid. Em meio ao calor sufocante, quatro pilotos (Stroll, Vettel, George Russell e Ocon) começaram a usar os discos rígidos, enquanto os outros 16 acionaram as bigas.

No início, Leclerc teve uma ótima largada, enquanto Sainz perdeu para Verstappen até a curva 1, Hamilton caiu para oitavo depois de travar na curva 1 e Fernando Alonso saltou de 11º para sétimo – fazendo um leve contato com Hamilton no processo.


Leclerc manteve a liderança no início, enquanto Verstappen disparou em segundo

Enquanto Leclerc estava na liderança, Verstappen estava a pouco mais de um segundo atrás, com Hamilton – agora reclamando de danos após Alonso na volta 1 – ultrapassando o piloto alpino para P7 na preparação para a volta 11 na volta 3. Correndo na volta 6 , tire o P6 de Gasly e o heptacampeão está de volta onde começou.

A volta 8 viu Verstappen entrar direto na faixa DRS, bem na cauda de Leclerc, e o holandês passou a liderança na linha principal logo no início da volta 9. Leclerc se preparou para expulsá-lo, derrotando a Red Bull na volta seguinte – mas o atual campeão estava agora em uma posição de comando.

A Ferrari começou a lutar. A volta 13 viu Leclerc sofrer um desligamento na 17ª curva, agora 2,5 segundos atrás de Verstappen, enquanto Perez estava perto de Sainz na P3.

LEIA MAIS: Russell ficou feliz em salvar o fim de semana com estratégia de ‘total sorte’ no ‘brutal’ GP de Miami

Enquanto isso, a Mercedes estava em marcha, com Hamilton abrindo uma lacuna para Pierre Gasly atrás dele (o francês estava ultrapassando Alonso na P7), enquanto Russell colocou pneus duros e ultrapassou Ricciardo na volta 14. Em uma tentativa de minar Gasly, Alonso então instigou uma volta, mas o parou Durou mais de cinco segundos e saiu em 13º.

Lando Norris optou por parar logo depois, David Beckham assistiu à parada de 3,6 segundos quando o piloto da McLaren apareceu em 12º, mas caiu para Aston Martins na volta 19. Duas voltas depois, ele foi mais longe no Setor 3 para aparecer com uma pequena bandeira amarela. Na frente, Russell era agora sétimo, atrás de Hamilton.


1395936565

Russell obteve grandes ganhos ao ficar muito tempo com pneus sólidos

De volta à luta pelos pódios, Perez estava no rádio para dizer que seu “motor parou”, e o pit wall tentou tranquilizar o mexicano enquanto ele reclamava de perder potência nas longas retas. Um problema no sensor foi responsabilizado e Perez voltou – mas ele perdeu muito tempo (e alguma potência do motor para decolar) para um Sainz na frente.

Hamilton foi levado ao pit na volta 23, subindo para sétimo com um pit stop suave – à frente da McLaren depois de Ricciardo – e dando ao resto dos dez primeiros algo para responder.

Leclerc estava perto do pit, com uma troca difícil levando 3,2 segundos, aparecendo em P4 na volta 25. Isso fez com que Verstappen reagisse no final da volta seguinte e aparecesse em segundo lugar atrás do companheiro de equipe Perez, deixando Sainz na liderança até o final O espanhol parou. Em busca de compostos sólidos – junto com Perez – no início da volta 27.

A parada de 5,4 segundos de Sainz, no entanto, foi realizada por Perez com uma parada de 3,1 segundos, para reacender a luta pelo P3.

Então, na volta 41, Gasly – já usado por Alonso na última curva – foi longe demais na curva 8, voltou e colidiu com Norris, rasgando o pneu traseiro direito da McLaren e fazendo-o girar. Um carro de segurança virtual foi chamado e rapidamente se transformou em um carro de segurança.

GP de Miami de 2022: Norris colide com Gasly

Russell aproveitou esse momento para cavar pela primeira vez, caindo de quinto para sétimo, com Perez trocando pela segunda vez com vários outros na esperança de conquistar posições. Perguntaram a Hamilton se ele queria seguir o exemplo – mas decidiu ficar do lado de fora e tentar proteger seu P6.

Assim, um reinício da volta 47 veria Verstappen avançar entre Leclerc e Sainz (os três primeiros em dificuldades). Então tivemos uma equipe de médio alcance Perez, Bottas, depois Hamilton e Russell entre os sete primeiros. Alonso – que agora tem uma penalidade de cinco segundos por contato com Gasly – liderou Schumacher e estou atrás do top 10.

Para cima e para baixo Grid, a perseguição voltou.

Perez estava logo atrás de Sainz, depois que o espanhol fugiu na volta 48, dando ao mexicano uma corrida pelo pódio final. No entanto, o piloto da Red Bull fez sua jogada na volta 52, o prendeu e fez com que Sainz se esquivasse. Sainz passou o nível P3 e completou o pódio.


1396131252

Perez está de volta à busca pelo P3 graças a um reinício tardio do Safety Car, mas ele não conseguiu arrebatar o pódio

Enquanto isso, logo na frente, Leclerc havia diminuído a diferença em meio segundo, mas Verstappen aguentou – e conquistou sua segunda vitória consecutiva da temporada por 3,786 segundos.

Russell e Hamilton tiveram seu próprio duelo no início do segundo tempo. Pneus médios ajudaram Russell a se aproximar de Hamilton na volta 49 e, com Bottas avançando na curva 17, ele varreu as duas Mercedes. Russell ultrapassou Hamilton na 11ª rodada, mas teve que se reposicionar depois de sair da pista. O P5 se recuperou algumas voltas depois, deixando Hamilton lamentando outra infeliz chamada de pneus no rádio.

O erro tardio de Bottas o colocou em sétimo, à frente de Ocon de pneus macios. O francês começou na defesa, mas conquistou 12 posições na volta 37, semeado em P8 e à frente de Alonso, já que o espanhol recebeu uma penalidade de cinco segundos por entrar em contato com Gasly mais cedo.

Perdendo outra penalidade de cinco segundos para 11º, Alonso levantou Alex Albon de 10º para 9º depois de sobreviver ao caos no reinício final do Safety Car – e o chute de Stroll para 10º de 11º.


1395974684

Albon ficou baixo até o final, mas conquistou o último ponto com a mudança tardia para softs – e o caos tardio é menor no ranking…

Ricciardo estava enfrentando dificuldades na volta 30 e novamente para tentar um reinício tardio do Safety Car, mas não aproveitou isso, terminando em 12º após uma penalidade para deixar a pista e ganhar vantagem. Isso promoveu Stroll até o último ponto.

Yuki Tsunoda, da AlphaTauri, saiu dos dez primeiros depois da metade e terminou em 13º, tendo também terminado a corrida nas lesmas – uma aposta que não valeu a pena. No entanto, Tsunoda foi promovido ao 12º lugar após a disputa de pênaltis pós-corrida em favor de Alonso e Ricciardo. Isso deixou o piloto da Williams, Latifi, em P14.

Apesar de lutar com Tsunoda no início para entrar no top dez e depois novamente com o companheiro de equipe Magnussen, Schumacher foi semeado em P15 graças a um contato tardio com Vettel, que começou sua corrida e terminou nos boxes.

Gasly não terminou a distância depois de chamar Norris, e Zhou Guanyu foi o primeiro de cinco pilotos a não ver a bandeira, pois a Alfa Romeo o puxou para os boxes com um problema mecânico na volta 7.

O pódio viu os três primeiros comemorarem em frente à lenda do Miami Dolphins, Dan Marino – e sua estátua. Neste domingo em particular, foi Verstappen quem correu as nove jardas inteiras em busca de sua segunda vitória consecutiva e a primeira vitória na história do Grande Prêmio de Miami.


1396143542

Willie T Rips dá entrevistas pós-corrida em Miami

chave de cotação

“O GP foi incrível – muito físico também, mas acho que mantivemos emocionante até o final”, disse o vencedor Max Verstappen.

“Acho que vou continuar correndo”, disse ele quando Willie T Rips perguntou se ele estava apto o suficiente para entrar no ringue de boxe, “mas eu aprecio muito o boxe. Eu senti que estava ali… Mas sim, muito feliz por vencer aqui em Miami, foi.” Um grande dia para nós.”

Qual é o próximo?

O torneio continua na Catalunha com GP da Espanha de 20 a 22 de maioa Red Bull está agora apenas seis pontos atrás da Ferrari – e Verstappen está 19 pontos atrás de Leclerc…

Clique aqui para assinar a F1 TV Para cobertura de corrida aprimorada, exclusivos, arquivos de vídeo e muito mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.