Três palestinos foram mortos em confrontos ferozes em Nablus

Três palestinos foram mortos e quase 20 outros ficaram feridos em intensos combates que eclodiram em Nablus durante um aparente ataque israelense ao grupo terrorista Lions’ Den na manhã de terça-feira.

Fogo pesado foi visto e ouvido em vídeos divulgados nas redes sociais, depois que um grande comboio de forças foi visto entrando na cidade pouco depois da meia-noite.

Explosões ainda foram ouvidas às 2h45, e um porta-voz do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, disse que estava fazendo uma tentativa “urgente” de mediação.

Soldados da IDF cercaram um prédio na cidade do norte da Cisjordânia, onde membros proeminentes do grupo Lion Din estavam escondidos, de acordo com relatos não verificados na mídia hebraica e palestina.

De acordo com alguns relatos, as forças israelenses dispararam mísseis antitanque contra o prédio e também dispararam armas de pequeno porte durante uma intensa troca de tiros.

O Ministério da Saúde palestino disse que três morreram e 19 ficaram feridos nos combates, três dos quais estão em estado crítico.

Relatos da mídia afirmaram que dois dos mortos eram Hamdi Sharaf e Ali Antar.

Elementos das forças de segurança da Autoridade Palestina parecem ter sido surpreendidos pelo ataque e abriram fogo contra as forças israelenses que responderam, resultando em baixas, segundo relatos palestinos.

O porta-voz de Abbas, Nabil Abu Rudeineh, disse em um comunicado que o presidente da Autoridade Palestina está fazendo “contatos urgentes para parar essa agressão contra nosso povo” em Nablus.

O exército israelense apenas confirmou que as forças estavam operando em Nablus.

Ela disse que mais tarde enviaria uma atualização sobre o ataque, que veio um dia depois de outro membro da Lion’s Den. matou, matou Em uma misteriosa explosão atribuída a Israel.

As forças israelenses lançaram uma campanha de várias semanas contra o Lion’s Den, um novo grupo formado por membros de várias facções terroristas notórios por realizar ataques descarados contra soldados e colonos perto de Nablus no mês passado. Um soldado foi morto nesses ataques.

Palestinos atiram no ar durante o funeral do membro de Assad, Den Tamer al-Kilani, na cidade de Nablus, na Cisjordânia, em 23 de outubro de 2022 (JAAFAR ASHTIYEH / AFP)

Leon Dean teria confirmado que foi o alvo na terça-feira e disse que estava respondendo atirando nas forças israelenses. Ele prometeu continuar realizando os ataques, de acordo com relatos da mídia palestina.

Israel impôs um cordão de isolamento ao redor de Nablus há quase duas semanas e indicou que poderia aumentar as medidas contra a cova dos leões.

A AFP contribuiu para este relatório.

Você é um leitor profissional

É por isso que começamos o The Times of Israel há dez anos – para fornecer a leitores perspicazes como você uma cobertura de leitura obrigatória de Israel e do mundo judaico.

Até agora temos um pedido. Ao contrário de outros meios de comunicação, não implementamos um paywall. Mas como o jornalismo que fazemos é caro, convidamos os leitores que o The Times of Israel tornou importante para ajudar a apoiar nosso trabalho juntando-se Sociedade Tempos de Israel.

Por apenas US$ 6 por mês, você pode ajudar a apoiar nosso jornalismo de qualidade enquanto desfruta do The Times of Israel Anúncios grátisbem como o acesso CONTEÚDO EXCLUSIVO Disponível apenas para membros da comunidade Times of Israel.

Obrigada,
David Horowitz, editor fundador do The Times of Israel

Junte-se a nossa comunidade

Junte-se a nossa comunidade

já é um membro? Faça login para parar de ver isso

READ  O contato com as forças ucranianas foi perdido em meio a "grandes combates" na siderúrgica Mariupol, diz o prefeito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.