Uma olhada nas fotos de Biden participando de um jantar oficial francês marcando o 80º aniversário do Dia D

O presidente Biden disse que a França foi o “primeiro amigo” da América na sua fundação e continua a ser um dos seus aliados mais próximos dois séculos depois, quando o presidente francês Emmanuel Macron fez uma visita de estado no sábado para demonstrar a sua parceria em questões de segurança global. Aliviar as tensões comerciais do passado.

“Unidos, divididos, caímos”, disse Macron num jantar de Estado. Ele assou Biden. “Estamos em aliança e permaneceremos em aliança.”

Senhor. Tanto Biden quanto Macron participaram das festividades Marca o 80º aniversário do Dia D Na quinta-feira e separadamente no dia seguinte, ele se encontrou com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, em Paris. Ambos os líderes aproveitaram esses compromissos para sublinhar a necessidade urgente de apoiar a luta de Kevin contra a agressão russa.

A atriz Salma Hayek, o secretário de Estado dos EUA, Anthony Blinken, o ex-tenista John McEnroe e sua esposa, a cantora americana Patti Smith, foram convidados notáveis ​​na festa de sábado à noite. O cantor Pharrell Williams entreteve os participantes.

Política-Diplomacia França-Americana
(Da esquerda) Chegam a primeira-dama dos EUA Jill Biden, o presidente dos EUA Joe Biden, o presidente francês Emmanuel Macron e sua esposa Brigitte Macron.

LUDOVIC MARIN/AFP via Getty Images


Política-Diplomacia França-Americana
O presidente dos EUA, Joe Biden, faz um discurso durante um jantar oficial de estado.

SAUL LOEB/AFP via Getty Images


Pharrell Williams e sua esposa Helen Lacichan chegam para jantar. Ele vai se apresentar para os convidados.

Política-Diplomacia França-Americana
O cantor e designer americano Pharrell Williams e sua esposa Helen Lasichan chegam para participar de uma festa oficial do estado.

LUDOVIC MARIN/AFP via Getty Images


O ex-presidente francês Nicolas Sarkozy e sua esposa, a modelo e musicista franco-italiana Carla Bruni-Sarkozy, compareceram ao jantar.

Política-Diplomacia França-Americana
O ex-presidente francês Nicolas Sarkozy (L) e sua esposa, a modelo e musicista franco-italiana Carla Bruni-Sarkozy.

LUDOVIC MARIN/AFP via Getty Images


A atriz Salma Hayek e seu marido François-Henri Pinault, bilionário e CEO da Kering SA, participaram do jantar de Estado.

Presidente dos EUA, Joe Biden, em Paris
François-Henri Pinault, bilionário e executivo-chefe da Kering SA, à direita, e a atriz Salma Hayek participam de um jantar de Estado no Palácio do Eliseu em Paris, França, sábado, 8 de junho de 2024.

Bloomberg via Getty


O ex-tenista John McEnroe e sua esposa, a cantora Patti Smith, chegam para um jantar oficial francês.

Política-Diplomacia França-Americana
O ex-tenista John McEnroe (R) e sua esposa, a cantora americana Patti Smith, chegam para participar de um jantar oficial de estado como parte da visita de estado do presidente dos EUA à França, no Palácio do Eliseu, em Paris, em 8 de junho de 2024.

LUDOVIC MARIN/AFP via Getty Images


A visita de Estado começou no sábado no Arco do Triunfo, que incluiu uma colocação de coroas de flores no Túmulo do Soldado Desconhecido, em França, e um desfile militar pelos Campos Elísios até ao Palácio do Eliseu, onde os dois realizaram reuniões oficiais. Declarações gerais. Macron e sua esposa Brigitte Macron ofereceram um jantar oficial no palácio para Biden e sua esposa Jill.

Política-Diplomacia França-Americana
O presidente Biden e o presidente francês Emmanuel Macron ficam em frente ao Túmulo do Soldado Desconhecido durante uma cerimônia como parte de uma visita de estado à França no Arco do Triunfo em 8 de junho de 2024 em Paris.

SAUL LOEB/AFP via Getty Images


Após o brinde de Macron, o presidente dos EUA, Emmanuel Macron, disse que os EUA e a França são “inflexíveis e inabaláveis ​​na nossa parceria”, acrescentando que “é isso que a democracia faz”.

Senhor. Biden e Macron colocaram a guerra na Ucrânia no topo da agenda de sábado, mas foi a força de uma longa aliança de nações fortalecida na Normandia há 80 anos, mas com raízes muito mais profundas, que foi a peça central do fim de semana.

Autodenominando-se um estudante de história francesa, o Sr. Biden classificou a visita como uma “grande honra” e observou que os laços dos Estados Unidos com a França remontam à Guerra Revolucionária.

“A França é nossa primeira amiga”, disse o Sr. Biden disse. “É um dos nossos melhores amigos.”

Macron Sr. Ele elogiou Biden não apenas por ser o líder de uma potência mundial, mas por trazer “a clareza e a lealdade de um aliado que ama e respeita os europeus”.

Ambos os líderes comemoraram Resgate de sábado pelas forças israelenses Quatro reféns detidos pelo Hamas. “Não vamos parar de trabalhar até que todos os reféns voltem para casa e haja um cessar-fogo”, disse Biden, enquanto Macron apelava ao governo israelita por não fazer mais para levar ajuda humanitária a Gaza.

Macron disse que apoia uma proposta de cessar-fogo promovida por Biden que permitiria aumentar a ajuda humanitária à região e a libertação de mais reféns. Os EUA disseram que aguardam uma resposta formal do Hamas a um possível acordo.

READ  Os ataques aéreos continuam com milhares de cancelamentos à medida que Omigron reduz sua tripulação de vôo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *